01:10 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    4200
    Nos siga no

    O serviço hidrográfico da Frota do Norte da Rússia confirmou a descoberta de cinco novas ilhas no arquipélago da Terra de Francisco José, o mais setentrional da Eurásia.

    Cinco novas ilhas foram descobertas no arquipélago da Terra de Francisco José, no mar de Kara, anunciou na terça-feira (27) a assessoria de imprensa da Frota do Norte da Rússia.

    "O seu território varia entre 900 e 54.500 metros quadrados. Nas novas ilhas foi realizada a filmagem topográfica, tendo sido descritas e fotografadas minuciosamente", indica a declaração do serviço da imprensa.

    As ilhas estão localizadas na baía de Wiese, a oeste da ilha Severny.

    Os novos territórios foram notados pela primeira vez em 2016 durante a análise das imagens de satélite. É suposto que antes as ilhas estivessem cobertas por gelo.

    Trinta ilhas descobertas em 4 anos

    Entre 2015 e 2018, os hidrógrafos da Frota do Norte ajudaram a descobrir mais de 30 ilhas, cabos e novas baías na região dos arquipélagos de Terra de Francisco José e de Terra Nova.

    Presidente russo Vladimir Putin visita Terra de Francisco José, no Ártico, acompanhado pelo primeiro-ministro Dmitry Medvedev
    © Sputnik / Sergei Guneev
    Presidente russo Vladimir Putin visita Terra de Francisco José, no Ártico, acompanhado pelo primeiro-ministro Dmitry Medvedev

    A expedição da Frota do Norte começou na cidade russa de Severomorsk em 15 de agosto e deve se prolongar até o fim de setembro. Seus participantes, além das pesquisas, querem repetir a rota dos desbravadores Julius Payer (expedição de 1874) e Frederick Jackson (expedição de 1897).

    Mais:

    Rússia planeja incorporar até 7 novas ilhas a seu território
    Catástrofe climática? Zonas congeladas do Ártico derretem 70 anos antes do prazo esperado
    Relâmpagos atingem região do Ártico: por que isso é um sinal preocupante?
    Tags:
    ilhas, Terra de Francisco José, Frota do Norte, Ártico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar