22:55 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Instalação de Gás Natural Liquefeito (GNL) em Yamal, na Rússia

    Rússia é segundo maior fornecedor de GNL para UE

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Rússia
    URL curta
    2123
    Nos siga no

    A Rússia é atualmente o segundo maior fornecedor de gás natural liquefeito (GNL) para a União Europeia, atrás do Catar, declarou o primeiro vice-chefe do escritório do governo russo, Sergei Prikhodko.

    "Em termos de fornecimento de gás natural liquefeito para a União Europeia, a Rússia é uma das líderes e está em segundo lugar depois do Catar", disse Prikhodko aos jornalistas neste domingo.

    Além disso, o alto funcionário lembrou que a Rússia é o maior e mais confiável fornecedor de gás natural para a Europa.

    "No ano passado, os embarques de gás natural russo através de gasodutos para o mercado europeu totalizaram um recorde de 201,9 bilhões de metros cúbicos, e tendo em conta a situação real e a situação no mercado, espera-se alcançar um valor semelhante também este ano", declarou o político.

    Segundo dados do Grupo Internacional de Importadores de Gás Natural Liquefeito (GIIGNL), publicados em abril, os principais fornecedores de gás natural liquefeito para o mercado europeu em 2018 foram o Catar (16,42 milhões de toneladas), a Argélia (9,29), e Nigéria (9,07 milhões de toneladas). A Rússia, no ano passado, exportou 4,43 milhões de toneladas e os EUA, 2,7 milhões de toneladas.

    Por outro lado, a Comissão Europeia informou em um relatório publicado no final de julho que, até o momento, os EUA se tornaram o terceiro maior fornecedor de GNL para a União Europeia, com 12,4% do total de embarques no primeiro semestre, contra os 5% em 2018.

    Mais:

    Estatais russas de petróleo e gás estão de olho no Brasil, diz presidente de Câmara de Comércio
    Rússia está pronta para levar gás para Europa mesmo sem acordo com a Ucrânia, diz ministro
    Sanções dos EUA fazem com que China passe a buscar ainda mais petróleo e gás da Rússia
    Tags:
    energia, gás, UE, União Europeia, Europa, GNL, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar