10:13 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov e o presidente da China Xi Jinping durante um encontro bilateral em Pequim, China, 28 de abril de 2016

    China elogia chanceler russo por desmentir 'mito de anexação chinesa da Sibéria'

    © AFP 2019 / DAMIR SAGOLJ / POOL
    Rússia
    URL curta
    18381

    A China elogiou comentários do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, que rebateram rumores de que Pequim pretende anexar a Sibéria e a região do extremo leste russo.

    O comentário elogioso foi feito pelo porta-voz da chancelaria chinesa, Geng Shuang nesta quarta-feira (17).

    Em uma entrevista ao jornal russo Argumentos e Fatos, em resposta a uma pergunta, Lavrov negou que a grande presença de cidadãos chineses na Sibéria e no extremo leste signifique que a China pretende anexa a região.

    Lavrov citou o tratado de boa vizinhança e cooperação entre países que foi assinado em 2001, afirmando que o documento é uma salvaguarda do compromisso de amizade entre as Rússia e a China.

    "A China valoriza imensamente os comentários positivos e claros do ministro Sergei Lavrov sobre as relações bilaterais entre nossos países. Nos anos recentes, sob a guia estratégica dos líderes de nossos países, as relações Rússia-China tem se desenvolvido significativamente e chegaram a novos patamares em todas as esferas", disse Geng em um comunicado.

    Geng o mencionou que o tratado de 2001, afirmando que desde a sua assinatura, Rússia e China mantêm uma forte relação construída na confiança e no apoio mútuo.

    O porta-voz acrescentou que qualquer tentativa de causar discórdia entre os dois países é fútil e que ambos irão continuar o apoio mútuo.

    A Rússia e a China cooperam em diversas áreas e nos mais altos níveis. recentemente, o presidente da China, Xi Jinping fez uma visita oficial à Rússia entre os dias 5 e 7 de junho, durante a qual encontrou-se com o presidente russo, Vladimir Putin.

    Naquela oportunidade, Xi também participou do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo como convidado de honra. China e Rússia assinaram um total de 23 acordos bilaterais que abrangem as áreas da economia, investimento e educação.

    Mais:

    Rússia aumenta compras de ativos em yuan chinês e vende dólares
    Fora, dólar! Rússia, China e Europa excluem moeda americana de pagamentos internacionais
    Peru convida China, Rússia, Cuba e outros países para discutir situação da Venezuela
    Rússia, China, Irã e Venezuela usarão criptomoedas para desafiar EUA, diz relatório
    Cuba inaugura novo sistema ferroviário com ajuda da Rússia e da China
    Tags:
    Xi Jinping, Vladimir Putin, Geng Shuang, Sergei Lavrov, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar