14:20 19 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Aeronave Sukhoi SSJ100, da companhia aérea Aeroflot, coberta de espuma após pouso de emergência no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou, Rússia, 5 de maio de 2019

    Secretário-geral da ONU envia condolências à Rússia por acidente de avião em Moscou

    © AP Photo / Agência de Notícias de Moscou
    Rússia
    URL curta
    220

    O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, transmitiu ao presidente russo, Vladimir Putin, as suas condolências pelo acidente do avião Sukhoi Superjet 100 no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou.

    "O secretário-geral escreveu uma carta ao presidente da Federação Russa, Putin, na qual expressou suas profundas condolências e condolências pelas mortes causadas pelo acidente do avião no aeroporto de Moscou no último final de semana", informou o porta-voz do secretário-geral da ONU. 

    Além disso, Guterres transmitiu suas condolências aos parentes dos falecidos e a todos os russos, assim como desejou uma recuperação rápida para os feridos.

    Em 5 de maio, um avião Sukhoi Superjet 100, da companhia aérea russa Aeroflot, com 78 pessoas a bordo, fez um pouso de emergência em no aeroporto de Sheremetyevo, 28 minutos depois de decolar.

    Devido a condições climáticas adversas, a aeronave tocou o solo na segunda tentativa, e em seguida os suportes do trem de pouso foram dobrados e os propulsores pegaram fogo. A tragédia deixou 41 mortos, enquanto 37 pesosas sobreviveram.

    Mais:

    Surge VÍDEO dos primeiros momentos da evacuação do avião em chamas em Moscou
    Piloto do avião que pegou fogo em Moscou conta detalhes do desastre
    37 dos 78 passageiros sobreviveram ao incêndio em avião que decolou de Moscou
    Comitê de Investigação: há ao menos 13 mortos após incêndio em avião no aeroporto de Moscou
    Tags:
    avião, tragédia, Aeroflot, ONU, Antonio Guterres, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar