10:53 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    120
    Nos siga no

    O ministro de Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, disse nesta terça-feira (7) que a Rússia está aberta à mais ampla cooperação no Ártico.

    "Estamos abertos à mais ampla cooperação no Ártico, onde não há motivos para conflitos ou tentativas de recorrer à força militar para resolver os problemas", disse Lavrov na 11ª reunião ministerial do Conselho Ártico, realizada em Rovaniemi, na Finlândia.

    O ministro russo das Relações Exteriores disse que Moscou considera o Ártico "um espaço de paz, estabilidade e cooperação frutífera".

    "Essa posição é compartilhada por todos os nossos parceiros no Conselho do Ártico, e nisso vemos a garantia do desenvolvimento efetivo do Extremo Norte, porque os Estados do Ártico são responsáveis por tudo o que acontece lá", disse Lavrov.

    Ele lembrou que o objetivo estratégico continua sendo assegurar o desenvolvimento da região em três aspectos: econômico, ecológico e social.

    "Nós presumimos que o desenvolvimento econômico do Ártico deve ser realizado de acordo com os mais elevados padrões ecológicos e respeitar os interesses dos residentes locais, incluindo os povos indígenas", disse o ministro russo.

    Lavrov disse que Moscou apoia a ideia de realizar uma cúpula dos países do Ártico, que fazem parte do chamado Conselho do Ártico.

    "A Rússia apoia a ideia da cúpula de Estados do Ártico", comentou o chefe de Relações Exteriores da Rússia.

    O Conselho do Ártico é constituído por oito países da região: Canadá, Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega, Rússia, Suécia e Estados Unidos.

    Tags:
    Conselho do Ártico, Sergei Lavrov, Ártico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar