14:47 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente da Rússia, Vladimir Putin discursa com sua mensagem anual à Assembleia Federal

    Putin diz que aliança entre China e Rússia é 'fator estabilizador nos assuntos globais'

    © Sputnik / Aleksei Nikolsky
    Rússia
    URL curta
    3131
    Nos siga no

    Dias antes de se encontrar com o presidente chinês, Xi Jinping, o presidente russo Vladimir Putin ressaltou a importância da aliança entre os dois países e criticou "alguns países" que buscam a "liderança global exclusiva".

    "Infelizmente, alguns países ocidentais reivindicam a liderança global exclusiva. Eles violentamente violam as normas e princípios do direito internacional e recorrem a chantagens, aplicando sanções e pressões e tentam impor seus valores e vagos ideais a países e povos inteiros[…] Nós absolutamente não concordamos com tais abordagens ", disse Putin em entrevista ao jornal chinês Renmin Ribao (Diário do Povo).

    Na entrevista, Putin argumentou que as relações bilaterais entre a Rússia e a China são um "fator estabilizador nos assuntos globais", acrescentando que os dois países compartilham pontos de vista sobre as principais questões contemporâneas.

    Putin observou que a Rússia e a China continuarão coordenando de perto suas políticas para melhorar a situação internacional e formar um mundo mais justo e democrático.

    "Para melhorar a situação internacional e formar uma ordem mundial mais justa e democrática, continuaremos a coordenar os movimentos da Rússia e da China para pressionar questões globais e regionais e manter uma estreita cooperação em plataformas internacionais como as Nações Unidas, o Grupo dos Vinte, a Organização de Cooperação de Xangai, os BRICS e a Cooperação Econômica Ásia-Pacífico", disse Putin.

    Putin deve se encontrar com Xi Jinping em Pequim no dia 26 de abril.

    Yury Ushakov, assessor do Kremlin, disse que as conversas terão como foco a União Econômica da Eurásia e a Rota da Seda da China, bem como as idéias práticas para a parceria eurasiana, incluindo a Associação das Nações do Sudeste Asiático, a Organização de Cooperação de Xangai e a Comunidade Econômica Eurasiana.

    Espera-se que Xi faça uma visita à Rússia no final de junho para integrar o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar