08:37 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    370
    Nos siga no

    Forças de segurança da Rússia neutralizaram 69 terroristas no país em 2018, incluindo dez líderes de células extremistas, segundo informou o primeiro vice-chefe do Comitê Nacional Antiterrorismo, Igor Kulyagin, nesta quarta-feira.

    "Como resultado das operações contraterrorismo, 69 criminosos foram neutralizados, incluindo dez líderes. 37 líderes, 227 criminosos e 622 cúmplices foram detidos", disse Kulyagin em conversa com jornalistas sobre o trabalho das agências de segurança russas no último ano.

    ​Em 2017, ainda segundo o funcionário do comitê antiterrorismo, cerca de mil militantes e seus cúmplices foram detidos no país, enquanto outros 90 foram mortos durante operações especiais. 

    A Rússia decidiu participar de operações contra terroristas islâmicos na Síria na segunda metade de 2015, atendendo a um pedido do presidente sírio, Bashar Assad. Uma das grandes preocupações de Moscou no caso era o grande número de militantes russos que atuavam no país árabe e depois retornavam ao território russo com o objetivo de cometer atentados e a influência do terrorismo internacional sobre extremistas de regiões do Cáucaso.

    Mais:

    Terrorismo de direita e racista cresce nos EUA
    Crime organizado e terrorismo convergem e crescem na África
    Brasil pode perder dinheiro por não combater terrorismo, aponta especialista
    Rússia e Argentina podem expandir cooperação contra o terrorismo
    Tags:
    terroristas, terrorismo, Igor Kulyagin, Bashar Assad, Moscou, Síria, Cáucaso, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar