14:42 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O líder norte-coreano Kim Jong-un durante seu encontro com o presidente dos EUA Donald Trump

    Kim Jong-un deve visitar a Rússia nos próximos meses, revela senador russo

    © REUTERS / Leah Millis
    Rússia
    URL curta
    581

    O líder norte-coreano Kim Jong-un pode visitar a Rússia entre a primavera e o verão (no Hemisfério Norte) deste ano, revelou um senador russo em meio a relatos de que Pyongyang está em negociações com Moscou para organizar uma viagem de alto nível.

    "A visita está sendo discutida, de acordo com algumas informações", afirmou o senador russo Alexander Bashkin à Sputnik. "Você pode esperar que isso aconteça na primavera ou no verão deste ano, mas o tempo ainda está para ser acordado."

    Ele declarou que Valentina Matvienko, a presidente da Câmara Alta do Parlamento russo, levantou a questão quando conversou em Pyongyang em 2018.

    Ela estendeu um convite para Kim visitar a Rússia, que ele aceitou, acrescentou Bashkin.

    Kim Jong-un nunca visitou a Rússia, embora seu pai, o falecido líder norte-coreano Kim Jong-il, tenha estado no país duas vezes, encontrando-se com Vladimir Putin e Dmitry Medvedev em 2001, 2002 e 2011.

    A notícia vem em meio a relatos da imprensa sul-coreana de que o chefe de protocolo da Coreia do Norte, Kim Chang-son, esteve em Moscou no final de março.

    Após uma visita de cinco dias, ele partiu para Vladivostok, levantando rumores de que a cidade poderia ser escolhida como local para uma possível cúpula entre a Coreia do Norte e a Rússia, segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap.

    Pyongyang não comentou a informação. Já Dmitry Peskov, porta-voz presidencial da Rússia, informou apenas que essa viagem tem sido "discutida e preparada há muito tempo".

    "Vamos informá-lo sobre isso uma vez que tenhamos acordos concretos de lugar, tempo e modalidade da reunião", completou.

    Mais:

    Fotógrafo de Kim Jong-un é demitido por fotografá-lo perto demais, segundo mídia
    Promotores retiram acusações contra suspeita de matar irmão de Kim Jong-un
    Mídia: Trump ignora conselheiros e assume pessoalmente negociações com Coreia do Norte
    Tags:
    desnuclearização, cúpula, armas nucleares, visita oficial, diplomacia, relações bilaterais, Kim Chang-son, Valentina Matvienko, Alexander Bashkin, Dmitry Peskov, Kim Jong-il, Kim Jong-un, Dmitry Medvedev, Vladimir Putin, Vladivostok, Rússia, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar