09:05 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    0 181
    Nos siga no

    O Tribunal Basmanny, em Moscou, decidiu colocar sob custódia por 2 meses o empresário norte-americano e fundador da empresa Baring Vostok, Michael Calvey após a revelação de uma fraude que desviou milhões de dólares do Banco Vostochny.

    "O pedido do investigador está concedido", disse o juiz Artur Karpov, o que significa que Calvey ficará preso pelo menos até o dia 13 de abril. O advogado do americano disse que entrará com um recurso para contestar o veredito.

    De acordo com a equipe de defesa do empresário, Calvey disse que seu oponente legal e coproprietário do Banco Vostochny, Artyom Avetisyan, e a empresa Finvision Holdings Limited, que estão envolvidas na disputa legal com Calvey no Tribunal de Arbitragem Internacional de Londres, lançaram procedimentos no Chipre para impedi-lo de falar em sua defesa.

    O empresário norte-americano acredita que Avetisyan iniciou o processo legal por medo de que informações relativas ao negócio de que possam ser divulgadas.

    Calvey foi detido na sexta-feira por suspeita de fraude em larga escala. Ele nega envolvimento no desvio de 2,5 bilhões de rublos (R$138,8 milhões) do Banco Vostochny. A lista de pessoas detidas pelo caso também inclui o diretor de investimentos da instituição, Ivan Zyuzin, o responsável pelas parcerias com o setor da indústria financeira, Phillipe Delpal, e o sócio Vagan Abgaryan, além de mais duas pessoas.

    Tags:
    Finvision Holdings Limited, Banco Vostochny, Michael Calvey, Artyom Avetisyan, Artur Karpov, Phillipe Delpal, Vagan Abgaryan, Ivan Zyuzin, EUA, Moscou, Rússia, Chipre
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar