09:26 21 Janeiro 2019
Ouvir Rádio
    Russian President Vladimir Putin and Turkish President Recep Tayyip Erdogan, right, at a news conference following the Russian-Turkish talks in Ankara

    Rússia e Turquia conseguiram superar crise bilateral, afirma diplomata

    © Sputnik / Sergey Guneev
    Rússia
    URL curta
    3151

    Para o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, a Turquia e a Rússia conseguiram superar todas as dificuldades das relações bilaterais que surgiram após o incidente com o jato Su-24 na Síria.

    "Apesar da natureza trágica desses eventos e das consequência que tiveram, eu não acredito que isso agora domine nossas relações […]. Nós superamos todas as dificuldades. Há páginas duras em nossa história", disse Ryabkov em um painel de debate durante o fórum Diálogo de Raisina, na capital da Índia, Nova Delhi.

    Ryabkov também ressaltou que uma agenda bilateral positiva é mais importantes do que as diferenças e as nuances da relações, acrescentando que Moscou e Ancara têm um entendimento comum em relação à necessidade de proteger a independência dos dois países nas questões de segurança.

    As relações entre Rússia e Turquia pioraram consideravelmente após os turcos derrubarem um jato russo Su-24 que voava em uma missão anti-terrorismo sobre a Síria. As medidas retaliatórias da Rússia contra Ancara incluíram restrições às atividades de organizações turcas em solo russo, um congelamento na contratação de turcos por empresas russas e o banimento de determinados importações de produtos alimentícios. As medidas tiveram início em 1º de janeiro de 2016 e foram retiradas em 22 de maio de 2017, após um acordo mútuo.

    Mais:

    Turquia apela para coordenar com Rússia e Irã saída dos EUA da Síria
    Tensão Turquia-EUA: Erdogan rejeita pedido de reunião com assessor de Trump
    Turquia abre investigação criminal após naufrágio com marinheiros da Ucrânia
    Turquia teria pedido para EUA lhe entregarem bases na Síria
    Tags:
    relações bilaterais, Su-24, Sergei Riabkov, Nova Delhi, Índia, Síria, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik