23:41 22 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Aviões Sukhoi Superjet 100 na fábrica em Komsomolsk-no-Amur

    Fabricante russa, Sukhoi aguarda licença dos EUA para vender aviões ao Irã

    © Sputnik / Aleksander Kriazhev
    Rússia
    URL curta
    9111

    A fabricante russa de aviões, Sukhoi Civil Aircraft, negou as alegações de que o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Tesouro dos EUA negou a licença para exportar aviões SSJ100 para o Irã.

    A agência de notícias iraniana Ilna citou uma fonte oficial da aviação iraniana afirmando que os EUA se recusaram a emitir um certificado de exportação porque os jatos russos tinham mais de 10% das peças fabricadas nos Estados Unidos.

    "Não recebemos uma resposta — positiva ou negativa", disse a assessoria de imprensa da Sukhoi à Sputnik em resposta negativa às afirmações.

    O SSJ100 é um avião bimotor com capacidade para transportar até 98 passageiros e voar a uma distância de até 3.975 mil quilômetros. O jato fez seu primeiro vôo em maio de 2008.

    A Rússia e o Irã concordaram, ainda em abril de 2018, com a venda de 40 SSJ100's até 2022. No entanto, a reimposição de sanções norte-americanas ao Irã dificultou a obtenção de componentes fabricados nos EUA.

    A Sukhoi disse que está avaliando um SSJ100R atualizado sem partes dos Estados Unidos para evitar lidar com empresas dos EUA.

    Mais:

    Tratado de Paz com a Rússia beneficia os EUA, diz premiê do Japão
    Su-30S e Ka-52: novas aeronaves de combate a serviço da aviação militar da Rússia
    Avião híbrido único levanta 1º voo na Rússia (FOTO)
    Rússia testa com êxito sucessora da lendária pistola Makarov
    Tags:
    sanções econômicas, venda de aviões, SSJ100, Sukhoi, Irã, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar