05:34 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Treinamento das forças especiais do FSB no mar Negro

    FSB: navios ucranianos detidos carregavam armas e munições

    © Sputnik / Maks Vetrov
    Rússia
    URL curta
    Violação da fronteira russa por navios ucranianos (53)
    4113

    O Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) publicou os documentos apreendidos dos marinheiros detidos da Ucrânia após o incidente no Estreito de Kerch.

    No comunicado publicado nesta terça-feira (27), o FSB disse que os navios ucranianos detidos "transportavam armas e munição", incluindo lançadores de granadas, granadas e metralhadoras.

    “Os seguintes tipos de armas e munições estavam a bordo dos navios de guerra ucranianos detidos: quatro canhões de 30 mm, quatro lançadores de granadas automáticas AGS-17, duas metralhadoras pesadas DShK de 12.7 mm, quatro metralhadoras PKT de 7.62 mm, treze rifles de assalto AK-47, quatro pistolas de 9 mm", informou o FSB.

    Além disso, foi informado que os navios também carregavam lança-granadas e outras munições de vários calibres.

    Incidente no estreito de Kerch

    Três navios da Marinha ucraniana, Berdyansk, Nikopol e Yany Kapu, atravessaram a fronteira da Rússia em 25 de novembro e realizaram manobras perigosas durante horas, sem reagir às exigências das embarcações russas que os acompanhavam, violando os artigos 19 e 21 da Convenção da ONU sobre direito marítimo.

    Após a decisão de responder com armas, três militares ucranianos ficaram levemente feridos, mas não correm risco de vida.  As embarcações ucranianas foram detidas perto da costa russa e a 50 km do local habitual de passagem dos navios no estreito de Kerch.

    Tema:
    Violação da fronteira russa por navios ucranianos (53)

    Mais:

    EUA pedem que Putin e Poroshenko resolvam diretamente tensões entre Rússia e Ucrânia
    Ucrânia exige que Rússia devolva navios detidos e pede ajuda militar a aliados
    'Provocação da Ucrânia': Rússia convoca reunião urgente do Conselho de Segurança da ONU
    Tags:
    armas, Serviço Federal de Segurança (FSB), Estreito de Kerch, Mar de Azov, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik