02:51 15 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Tanques da OTAN na Letônia, perto da fronteira com a Rússia

    Diplomata russo: OTAN retorna Europa à época da Guerra Fria e provoca corrida armamentista

    © AP Photo/ Mindaugas Kulbis
    Rússia
    URL curta
    0 71

    A OTAN, tentando fazer frente à Rússia, provoca uma corrida armamentista e faz a Europa voltar à época da Guerra Fria. Moscou se vê forçada a reagir, afirmou nesta segunda-feira (29) o vice-chanceler russo, Aleksandr Grushko.

    "Aquilo que a OTAN está fazendo no flanco oriental pode ser considerado como a criação de um potencial militar capaz de projetar a força em direção da Rússia", assinalou o vice-chanceler russo.

    "Se usarmos linguagem militar, trata-se de certos preparativos militares. Isso é muito preocupante, claro, já que nos vimos forçados a reagir de forma tanto política como militar, tomando medidas técnicas militares de precaução", apontou.

    De acordo com ele, tal tendência pode ter graves consequências.

    "A evolução, lançada pela Aliança, pode não somente vir a reestabelecer o clima político e militar da Guerra Fria, mas também provocar uma nova corrida armamentista", segundo o diplomata russo.

    "A OTAN falhou ao se encaixar nas exigências da arquitetura moderna, em sua maior parte o problema é que a OTAN se sente confortável em uma situação da época da Guerra Fria, e com suas ações práticas de hoje em dia, e através do crescimento militar, está reestabelecendo esse clima", reforçou Aleksandr Grushko.

    Mais:

    Mídia ocidental chama de 'brincadeira' manobras da OTAN na Noruega
    Ocidente busca pretexto para enviar navios da OTAN ao mar de Azov
    2 fragatas lideram frota britânica nas manobras da OTAN no Ártico
    Tags:
    Guerra Fria, corrida armamentista, OTAN, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik