02:22 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Drone norte-americano RQ-4 Global Hawk. Esta é uma das aeronaves estacionadas na base aérea de Al-Dhafra

    Drone norte-americano é detectado perto das fronteiras russas (FOTOS)

    © AP Photo / Northrop Grumman via U.S. Navy, Erik Hildebrandt
    Rússia
    URL curta
    12511

    Um veículo aéreo estratégico não tripulado da Força Aérea norte-americana RQ-4B Global Hawk passou 11 horas voando perto das fronteiras russas, indicam os dados do portal PlaneRadar.

    Segundo o site, o Global Hawk estadunidense decolou da base aérea italiana de Sigonella e às 8h27 (horário de Moscou) de 6 de outubro sobrevoou a Ucrânia e, uma hora depois, a Polônia.

    Em seguida, o drone americano realizou por algumas horas um reconhecimento perto da região russa de Kaliningrado (enclave na região do Báltico) enquanto estava no espaço aéreo da Lituânia, dirigindo-se depois em direção à Letônia e Estônia, passando assim mais de três horas perto das fronteiras ocidentais da Rússia.

    Antes de voltar à base na Itália, o Global Hawk fez mais voos em torno da região de Kaliningrado, mostram os dados.

    Ultimamente, a Rússia tem registrado cada vez mais atividades de reconhecimento perto de suas fronteiras por parte dos drones ocidentais. Na quinta-feira passada, um drone estadunidense também fez um voo de reconhecimento não longe do enclave russo de Kaliningrado, uma semana antes disso tinha sido detectado um avião de reconhecimento na região da Crimeia e região russa de Krasnodar (sul do país).

    O Ministério da Defesa russo já pediu a Washington para que ponha fim tais operações, mas o Pentágono se recusou.

    Mais:

    Imagem de família com drone termina em acidente assustador
    Pentágono promete criar armas hipersônicas antes do previsto
    Tags:
    voos de reconhecimento, reconhecimento, drone, Kaliningrado, Lituânia, Letônia, Polônia, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik