06:27 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Jens Stoltenberg na cúpula da OTAN em Varsóvia.

    Chefe da OTAN revela diálogo com a Rússia sobre exercícios e polêmica base na Polônia

    © Sputnik / Aleksei Vitvitsky
    Rússia
    URL curta
    9711

    O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, disse que discutiu com o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, os próximos exercícios da aliança, em uma reunião nesta terça-feira nos bastidores da Assembleia Geral da ONU, em Nova York (EUA).

    Mais cedo, Stoltenberg declarou que eles também discutiram os planos da Polônia para sediar uma base militar dos EUA em seu território.

    "A OTAN e a Rússia têm sérios desacordos em várias questões, o que torna o nosso diálogo ainda mais importante. Hoje, discutimos a postura militar e os exercícios, incluindo o recente exercício russos Vostok, bem como o exercício da OTAN Trident Juncture", pontuou Stoltenberg, conforme citado pela declaração de seu serviço de imprensa.

    De acordo com a declaração, Stoltenberg também "levantou preocupações da OTAN sobre as ações agressivas da Rússia na Ucrânia" e expressou a solidariedade da aliança com o Reino Unido após o incidente de envenenamento dos Skripals em Salisbury.

    O chefe da OTAN enfatizou ainda que eles também "concordaram em continuar com seus contatos".

    Os treinos do Trident Juncture 2018 serão realizados na Noruega entre 25 de outubro e 7 de novembro, com cerca de 40.000 soldados de 31 países participando do evento.

    Base na Polônia

    Em 18 de setembro, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse em uma reunião com seu colega polonês, Andrzej Duda, que os Estados Unidos estavam "considerando" o estabelecimento de uma base na Polônia.

    A declaração foi uma reação aos repetidos apelos de Varsóvia para tal base, com Duda sugerindo nomear a potencial instalação militar de "Forte Trump".

    Durante o dia, o vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Alexander Grushko, disse à Sputnik que o posicionamento de uma base militar dos EUA na Polônia significaria o desmantelamento do Ato Fundador OTAN-Rússia de 1997, que proíbe diretamente o desdobramento de forças de combate substanciais ao longo da fronteira.

    Mais:

    Caças da OTAN escoltam aviões russos sobre Báltico
    Caças da OTAN voltam a sobrevoar Estônia
    OTAN pode ativar artigo de defesa coletiva caso seja atacada ciberneticamente pela Rússia
    Tags:
    diplomacia, Vostok 2018, exercícios militares, Trident Juncture, OTAN, Alexander Grushko, Andrzej Duda, Donald Trump, Sergei Lavrov, Jens Stoltenberg, Polônia, Estados Unidos, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik