11:31 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Em São Petersburgo, Rússia, um protesto do Partido Comunista da Federação da Rússia contra a reforma da Previdência no país.

    Protesto contra reforma na Previdência reúne 3 mil em Moscou

    © AP Photo / Dmitri Lovetsky
    Rússia
    URL curta
    111

    Um protesto contra a mudança da lei de aposentadoria na Rússia, organizado pelo Partido Comunista da Federação da Rússia (PCFR) em Moscou, reuniu cerca de 3 mil pessoas neste sábado (22), informam correspondentes da Sputnik

    De acordo com a assessorial de imprensa do Ministério do Interior da Rússia, a ordem pública está sendo garantida pelos policiais da Guarda Nacional da Rússia.

    O líder do PCFR, Gennady Zyuganov, disse durante um discurso no protesto, que a ida às ruas pelos manifestantes em momentos anteriores resultou no relaxamento das propostas.

    Segundo ele essas presses fizeram o president russo, Vladimir Putin, diminuir a idade de aposentadoria em três anos para as mulheres porque elas "devem ser protegidas e salvas", afirmou Zyuganov.

    Mais cedo neste sábado (22) um protesto separado ocorreu na cidade de São Petersburgo, com 200 manifestantes representando sindicatos e organizações sociais.
    No dia 2 de setembro, o PCFR realizou uma outra manifestação contra as reformas previdenciárias e reuniu 6 mil pessoas.

    Mais:

    Dezenas de manifestantes contra reforma da Previdência são detidos em São Petersburgo
    Em resposta a protestos, Putin alivia polêmica reforma da previdência na Rússia
    Após protestos, mortes e condenação dos EUA, Nicarágua cancela reforma de sua previdência
    Nicarágua registra mais de 30 mortos em protestos contra novo sistema de previdência
    Tags:
    protesto, reforma da previdência, Partido Comunista da Federação da Rússia (PCFR), Gennady Zyuganov, Vladimir Putin, São Petersburgo, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik