16:05 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    A Casa Branca, Washington, EUA

    Trump dá poderes ao Tesouro dos EUA para impor sanções contra Rússia

    © AFP 2018 / Paul J. Richards
    Rússia
    URL curta
    6115

    No início de agosto, os Estados Unidos anunciaram uma nova rodada de sanções contra a Rússia por suposta participação no envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia, em Salisbury, no Reino Unido, em março.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deu ao Departamento do Tesouro a autoridade, de acordo com a Lei Internacional dos Poderes Econômicos de Emergência (IEEPA), para impor sanções à Rússia. A informação foi divulgada pela Casa Branca através de um comunicado à imprensa.

    Foto de Ruslan Boshirov e Aleksandr Petrov, acusados por Londres de terem envenenado os Skripal, divulgada pela Polícia Metropolitana de Londres em 5 de setembro de 2018
    © REUTERS / Metroplitan Police handout
    "Eu autorizei o Secretário do Tesouro, em consulta com o Secretário de Estado, a tomar tais medidas, incluindo a promulgação de regras e regulamentos, e empregar todos os poderes concedidos ao Presidente pela IEEPA, conforme seja necessário para levar a cabo os propósitos da Ordem Executiva", diz o comunicado.

    Em agosto, o governo dos EUA anunciou novas sanções contra a Rússia devido ao suposto uso de armas químicas contra o ex-oficial de inteligência russo, Sergei Skripal, e sua filha Yulia, na cidade britânica de Salisbury, em março.

    A primeira onda de restrições entrou em vigor em 22 de agosto.

    A Rússia negou repetidamente envolvimento no caso Skripal, enfatizando que Londres não forneceu provas nem cooperou com Moscou na investigação do incidente.

    Mais:

    Kremlin: 'suspeitos' de envenenamento de Skripal não têm nada a ver com Putin
    Moscou: Londres mente sobre suspeitos de envenenar Skripal
    Alegados suspeitos no caso Skripal: receamos sair à rua, pela nossa vida e parentes
    Editora-chefe da Sputnik entrevista 'suspeitos' de envenenamento de ex-espião Skripal
    Tags:
    sanções, Sergei Skripal, Donald Trump, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik