14:29 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Assessoria de imprensa da Cúpula das Coreias

    Rússia saúda acordos alcançados na cúpula das Coreias

    © AP Photo / Korea Broadcasting System
    Rússia
    URL curta
    470

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia divulgou uma nota nesta quarta-feira (19) saudando os acordos firmados entre o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

    "Aplaudimos os acordos alcançados durante as negociações entre os líderes da Coreia do Norte e do Sul em Pyongyang entre 18 a 20 de setembro", diz o comunicado publicado no site da chancelaria na quarta-feira.

    O comunicado acrescenta que a Rússia, enquanto isso, "continuará contribuindo [para o diálogo coreano] no espírito dos acordos assinados pela Coreia do Norte e do Sul". 

    Foi ressaltado também que Moscou pede que Washington "tome medidas construtivas dentro da estrutura da Declaração Conjunta dos líderes dos EUA e da Coreia do Norte de 12 de junho deste ano em resposta ao compromisso escrito com a Declaração de Pyongyang para desmantelar seu centro de lançamento de foguetes Sohae e as instalações nucleares em Yongbyon".

    Nos últimos dois dias, a capital norte-coreana – Pyongyang – virou palco de uma cúpula entre as duas Coreias. Seul e Pyongyang decidiram interromper as manobras de artilharia de grande escala e voos militares perto da zona desmilitarizada para evitar incidentes, retirar militares da região, desarmar o pessoal do povoado fronteiriço de Panmunjeom, bem como criar nas zonas fronteiriças do mar Amarelo e do Japão uma faixa desmilitarizada onde não haverá nenhuma manobra militar.

    Mais:

    Rússia: EUA controlaram Conselho de Segurança da ONU com sanções contra Coreia do Norte
    Será que Coreia do Norte está blefando ao falar de desnuclearização?
    Pompeo presidirá sessão do Conselho de Segurança da ONU sobre Coreia do Norte
    EUA acusam Rússia de violar sanções contra Coreia do Norte
    Tags:
    desnuclearização, acordo, Moon Jae-in, Kim Jong-un, Rússia, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik