04:35 14 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    O presidente russo, Vladimir Putin, discursando no IV Fórum Econômico do Oriente, na cidade de Vladivostok

    Putin sobre suspeitos do caso Skripal: 'Sabemos quem são, já os encontramos'

    © Sputnik / Sergey Mamontov
    Rússia
    URL curta
    12321

    As autoridades russas sabem quem são os alegados suspeitos de envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia, não há nada de criminoso neles, são civis, afirmou nesta quarta-feira (12), o presidente russo, Vladimir Putin.

    "Claro que fomos ver que pessoas são estas e sabemos quem são. Já as encontramos […] Não há nada de especial e criminoso nelas, eu lhes asseguro", afirmou o líder russo no decorrer do IV Fórum Econômico do Oriente na cidade de Vladivostok. 

    Vladimir Putin apelou às duas pessoas que Londres suspeita no caso Skripal para que falem à mídia sobre si. O presidente acredita que elas ouvirão o apelo.

    "Gostaria de apelar para eles, para que nos ouçam hoje. Que entrem em contato com os veículos da mídia. Espero que se manifestem e falem sobre si mesmos", assinalou. 

    Putin confirmou que se trata de civis, respondendo à pergunta de um moderador do fórum. 

    Na cidade britânica de Salisbury, no dia 4 de março, foram envenenados o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia, o que provocou um escândalo internacional. As autoridades do Reino Unido responsabilizam o governo russo de envolvimento no envenenamento, enquanto Moscou vem desmentindo categoricamente todas as acusações. 

    No dia 5 de setembro, a Procuradoria do Reino Unido acusou dois cidadãos russos de terem cometido quatro crimes, inclusive tentativa de assassinato dos Skripal e de um agente policial britânico.

    Mais tarde, a premiê britânica, Theresa May, afirmou que os acusados seriam funcionários do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo).

    Mais:

    Reino Unido pode expandir sanções contra Rússia pelo caso Skripal
    Kremlin diz que Londres se recusou a cooperar com a Rússia no caso Skripal
    Rússia diz que declaração de Theresa May sobre caso Skripal é 'inaceitável'
    Tags:
    envenenamento, suspeitos, Sergei Skripal, Vladimir Putin, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik