05:44 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Embaixador da Rússia na ONU, Vassily Nebenzia, fala durante um encontro do Consleho de Segurança da ONU, em 18 de Abril de 2018.

    Embaixador russo: Rússia considera levar alegações britânicas do caso Skripal à ONU

    © AP Photo / Mary Altaffer
    Rússia
    URL curta
    7130

    A Rússia está disposta a realizar consultas no Conselho de Segurança da ONU sobre o envenenamento do ex-oficial de inteligência russo Sergei Skripal na cidade britânica de Sallisbury, disse o embaixador russo na ONU, Vassily Nebenzia.

    "Confirmamos nossa prontidão em realizar consultas em coordenação com as consultas consulares bilaterais de 2 de dezembro de 1965 e a Convenção Europeia sobre Assistência Jurídica Mútua em Casos Criminosos", disse Nebenzia ao Conselho de Segurança.

    Ele acrescentou que a Rússia vai apelar a todos os membros do Conselho para apoiar as consultas.

    Na tarde de ontem, a Polícia do Reino Unido disse que dois russos oficiais de inteligência são os responsáveis por envenenar o ex-espião Sergei Skripal e sua filha, Yulia. Moscou negou as alegações quase imediatamente, classificando-as de "inaceitáveis" e mais uma vez denunciou a recusa de Londres em contar com especialistas russos na investigação.

    Tags:
    Convenção Europeia sobre Assistência Jurídica Mútua em Casos Criminosos, Conselho de Segurança da Rússia, Vassily Nebenzia, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik