22:33 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Os militares russos durante o ensaio geral da Parada de Vitória na Praça Vermelha em Moscou, 7 de maio de 2016.

    EUA vão monitorar os exercícios militares da Rússia com a China

    © Sputnik / Ilia Pitalaev
    Rússia
    URL curta
    Manobras militares Vostok 2018 (21)
    11227

    Os Estados Unidos acompanharão de perto os exercícios militares anuais da Rússia em Vostok na próxima semana, com a participação da China, disse o diretor da Inteligência Nacional dos EUA, Dan Coats, em um evento em Maryland nesta terça-feira (4).

    "Nós observaremos como a China participa este ano do maior exercício militar anual da Rússia, o Vostok 2018, que começa na próxima semana", afirmou Coats em um evento organizado pela Associação de Comunicações e Eletrônica das Forças Armadas.

    Os exercícios de guerra Vostok-2018, serão os maiores exercícios militares realizados pela Rússia em 37 anos e serão realizados de 11 a 17 de setembro.

    O chefe de inteligência dos EUA disse que a participação da China nos exercícios sinaliza um crescente nível de cooperação entre as duas nações.

    Coats acrescentou que Washington acredita que a Rússia está trabalhando na expansão de suas atividades para novas áreas, com atenção especial às relações com a China.

    O chefe de inteligência disse que Washington agora tem uma maior compreensão das ambições de Pequim para além de sua área usual de operações.

    Quase 300 mil soldados participarão dos exercícios militares de Vostok-2018, ao lado de dezenas de milhares de veículos blindados, aviões e drones. Tropas da China e da Mongólia também participarão de uma das etapas.

    Tema:
    Manobras militares Vostok 2018 (21)

    Mais:

    Google é advertido sobre interferência em eleições na Rússia
    Rússia e Alemanha reafirmam a importância do acordo nuclear com Irã
    Rússia está empenhada em comercializar com países latino-americanos em moedas nacionais
    Capitão russo explica por que Rússia está reforçando presença militar no Pacífico
    Chanceler ucraniano revela como Kiev deve 'resistir' à Rússia no mar de Azov
    Tags:
    exercícios militares, Inteligência Nacional dos EUA, Dan Coats, Vostok, Estados Unidos, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik