04:25 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Estrela de rubi de uma das torres da fortaleza do Kremlin. Ao fundo, Grande palácio do Kremlin (foto de arquivo)

    Rússia responderá a sanções dos EUA de forma recíproca, diz chanceler russo

    © Sputnik / Aleksei Druzhinin/Anton Denisov/Serviço de imprensa do presidente russo
    Rússia
    URL curta
    4130

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, declarou nesta segunda-feira (27) que Moscou irá responder às sanções norte-americanas de sob bases recíprocas.

    "De nossa parte, continuaremos a agir de maneira calma e pragmática, respondendo a todos os ataques de acordo com o princípio da reciprocidade", disse Lavrov ao jornal eslovaco Pravda.

    O ministro mais uma vez reiterou que era inútil usar a linguagem dos ultimatos em relação à Rússia.

    Sergei Lavrov observou também que após a cúpula de Helsinque entre o presidente russo, Vladimir Putin, e seu colega norte-americano, Donald Trump, os dois países vêm elaborando medidas concretas para garantir a cooperação efetiva entre Moscou e Washington.

    Lavrov lembrou que durante a cúpula de julho Putin e Trump concordaram em superar as diferenças existentes para preservar a estabilidade estratégica, combater o terrorismo internacional e outros desafios modernos e lidar com crises regionais.

    Segundo o ministro, as relações tensas entre a Rússia e os Estados Unidos têm efeito adverso sobre os dois países.

    "É evidente que a dinâmica negativa das relações é contraproducente para os dois países e cria riscos adicionais para toda a arquitetura de segurança internacional", destacou Lavrov.

    Mais:

    Análise: Rússia frustra EUA pela alta demanda dos S-400
    Rússia: EUA reforçam potencial militar no Oriente Médio para atacar forças sírias
    Que 'armas' tem Rússia para responder às novas sanções dos EUA? Analista revela
    Novas sanções dos EUA contra a Rússia por causa do ex-espião Skripal entram em vigor
    Tags:
    sanções, Sergei Skripal, Sergei Lavrov, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik