05:52 19 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Rostec, parceira no desenvolvimento

    Estatal Rostec confirma aquisição de fabricante russa de caças e aviões

    © Foto: Rostec
    Rússia
    URL curta
    6263

    A Rostec anunciou nesta segunda-feira (20) a compra da United Aircraft Corporation (UAC), fabricante de caças e aviões russos de alta tecnologia. Entre os produtos fabricados pela UAC estão os aviões MC-21 e Tu-160, além dos caças Su-57 e Mig-35.

    "A decisão principal foi tomada. Agora a documentação necessária está sendo preparada", afirmou à Sputnik um representante da Rostec.

    Em março, o ministro da Indústria e do Comércio da Rússia, Denis Manturov, disse que seu ministério havia submetido um decreto presidencial para que a UAC se juntasse à Rostec. A expectativa era de que a operação levasse cerca de 1 ano para ser concluída. Manturov é também parte do conselho supervisor da Rostec.

    A UAC é uma empresa de capital aberto, no entanto, a maior parte de suas ações são de pertencimento do Estado russo. Segundo o site da empresa, a agência federal de administração da propriedade estatal russa detém 92,3% das ações, enquanto a iniciativa privada tem 3,2% dos papéis.

    Já a Rostec é uma empresa estatal de tecnologia da Rússia criada em 2007 por meio da lei federal nº 270-FZ, assinada pelo presidente russo, Vladimir Putin. Ela reúne uma miríade de centenas de outras empresas concentradas principalmente no setor de Defesa.

    A Rostec é hoje dirigida por Sergei Chemezov.

    Mais:

    Estas são as principais tarefas do caça russo Su-57, segundo piloto de testes
    Caça russo Su-57 possui parâmetro superior ao norte-americano F-35
    Projetos inovadores do T-14 Armata e Su-57 russos estão condenados ao fracasso?
    'Tecnologias revolucionárias': caça Su-57 oferece oportunidade única para Rússia
    Mídia dos EUA declara vitória do F-35 sobre caça Su-57 russo
    Tags:
    defesa, economia, MC-21, Su-57, MiG-35, Tu-160, United Aircraft Corporation, Rostec, Sergei Chemezov, Denis Manturov, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik