14:41 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Militar durante o festival Exército da Rússia em Moscou (foto de arquivo)

    Ministro russo recorda à Alemanha a que leva 'dialogar com Rússia de posição de força'

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Rússia
    URL curta
    17430

    A Rússia não vai tolerar o diálogo a partir de uma posição de força, afirmou em entrevista ao canal Rossiya 24 o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu.

    Foi assim que o titular comentou a declaração da ministra da Defesa alemã, Ursula von der Leyen, que em abril afirmou sobre a necessidade de uma atitude mais severa em relação à Rússia.

    Sergei Shoigu aconselhou à sua homóloga alemã que recordasse a história.

    "Depois de tudo o que a Alemanha fez ao nosso país, acho que ainda por uns 200 anos os alemães não deveriam falar ou se manifestar em relação a isso", assinalou.

    "Perguntem aos avôs como foi falar com a Rússia a partir de uma posição de força. Eles, talvez, possam responder", frisou.

    Resumindo, Shoigu apontou que a Rússia permanece aberta a quaisquer contatos e a uma parceria mútua.

    Ultimamente, vários países europeus vêm apelando à manutenção do diálogo com a Rússia "de uma posição de força". Em particular, tais propostas, além de Leyen, foram articuladas pela premiê britânica, Theresa May, e pelo ministro das Relações Exteriores da Estônia, Sven Mikser.

    Mais:

    Washington aconselha Alemanha: Comprem F-35 ou não poderão bombardear a Rússia
    Quanto vale a amizade? Novas sanções dos EUA contra Rússia custarão bilhões para Alemanha
    Tags:
    força, diálogo, relações bilaterais, Ursula von der Leyen, Sergei Shoigu, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik