16:26 13 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia na Praça Smolenskaya-Sennaya, Moscou

    Ministério do Exterior russo chama cidadã russa Butina de prisioneira política nos EUA

    © Sputnik / Natalia Seliverstova
    Rússia
    URL curta
    192

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia chamou a cidadã russa, Maria Butina, de prisioneira política nos EUA, e adicionou que a sua detenção foi causada apenas por motivos da política interna e externa estadunidense.

    Conforme declarou no briefing o vice-representante do ministério, Artem Kozhin, a chancelaria russa apresentou um protesto relativo à pressão psicológica exercida contra Maria Butina.

    "Ao Departamento de Estado dos EUA foi declarado um veemente protesto em meio às ações tomadas contra ela [Butina], incluindo uma violentíssima pressão psicológica", declarou Kozhin. Para sustentar a declaração, ele citou como exemplo as oito horas de buscas durante a detenção de Butina.

    "A detenção dela [de Butina] é condicionada apenas por motivos da política interna e externa norte-americana, e isso significa que ela é uma prisioneira política", ressaltou Kozhin.

    Além disso, a Rússia exige às autoridades norte-americanas que acabem imediatamente com essa arbitrariedade e libertem Butina, que foi detida nos EUA.

    O governo norte-americano anunciou em 16 de julho que Maria Butina foi acusada de conspiração para atuar como agente estrangeiro a favor de Moscou.

    O Departamento de Justiça norte-americano, além de "conspiração a fim de trabalhar como agente estrangeiro não registrado", também lhe incrimina o "próprio trabalho como agente estrangeiro sem registro", o que aumenta a gravidade das acusações e o possível prazo de detenção.

    Levando em conta todas as acusações contra Butina, ela pode ser sentenciada a 15 anos de prisão. A própria mulher declara estar inocente, bem como as autoridades russas. O advogado de Butina sublinha que ela não fez nada de ilegal e que os seus laços com os EUA só se limitam aos estudos.

    Mais:

    Lavrov exige que Estados Unidos libertem estudante russa acusada de espionagem
    Rússia pede explicações aos EUA sobre prisão de suposta agente russa
    Diplomatas obtêm permissão para visitar estudante russa acusada de conspiração
    Tags:
    prisão, detenção, Ministério das Relações Exteriores, Maria Butina, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik