21:21 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Sistemas russos de defesa antiaérea S-400

    'Blefar não adiantou': especialista militar comenta escolha de Ancara a favor do S-400

    © Sputnik / Sergey Malgavko
    Rússia
    URL curta
    4170

    O Congresso dos Estados Unidos congelou a entrega de caças F-35 de 5ª geração à Turquia devido a suas intenções de adquirir sistemas russos de defesa aérea S-400 Triumph. O especialista militar Alexei Leonkov, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou sobre a situação.

    A emenda correspondente, aprovada pelas câmaras do Congresso, foi introduzida na última versão do orçamento de defesa dos EUA para 2019, e a decisão final será tomada assim que o Pentágono analisar as consequências do cancelamento do fornecimento, noticia o The Washington Post.

    Anteriormente, o chefe do Pentágono, James Mattis, pediu aos congressistas que abandonassem a ideia de proibir o fornecimento dos F-35.

    O especialista militar Alexei Leonkov falou durante a entrevista sobre a decisão do Congresso americano de congelamento das entregas à Turquia.

    "Essa história — 'compre os nossos F-35 em lugar dos S-400russos' — já é velha. Os EUA tentaram por todos os meios exercer pressão sobre a Turquia em relação à compra dos sistemas de defesa aérea russos, mas a resposta definitiva foi dada pela Turquia […] Então os Estados Unidos começaram uma espécie de jogo — fornecer à Turquia um ou dois aviões e ver como eles mudam de ideia. Eles [americanos] intrigaram, blefaram e chantagearam a Turquia. Mas como podemos ver, nada aconteceu e o Congresso dos EUA tomou esta decisão [de congelar a entrega dos F-35], que neste caso não é um ultimato categórico, que a Turquia nunca iria receber essas aeronaves", disse Leonkov.

    Quanto à situação em geral, a escolha da Turquia a favor dos sistemas russos é lógica, observou o especialista.

    "Se considerarmos a questão de um ponto de vista técnico, a compra do S-400 é melhor do que a dos F-35 em muitos aspectos. Este sistema de defesa pode detectar e abater alvos a várias centenas de quilômetros […] Se falarmos sobre o F-35, é um avião com um percurso difícil e bastante controverso, o que foi comentado no exterior e pela nossa imprensa", ressalta. 

    "Portanto, colocando na balança, verifica-se que é melhor comprar o S-400 e organizar um espaço aéreo seguro em torno de seu território do que um F-35 de confiabilidade técnica e prontidão de combate duvidosas. Além disso, a Turquia se beneficia da cooperação com a Rússia em outras áreas. Ou seja, o S-400 não é a última coisa que eles planejam comprar-nos. Eles têm, em particular, planos para estabelecer uma cooperação técnico-militar com nossos consórcios da indústria de defesa", concluiu o analista.

    Ancara e Moscou assinaram um contrato de fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 em dezembro de 2017. As partes envolvidas também acordaram a cooperação tecnológica no campo do desenvolvimento da produção de S-400 na Turquia.

    Os Estados Unidos e outros representantes da OTAN, da qual a Turquia faz parte, expressaram preocupações quanto à compatibilidade das armas de produção russa com seus sistemas de defesa, afirmando ainda que isso poderia dar à Rússia acesso às tecnologias do F-35, caso o avião seja sincronizado com os S-400.

    Mais:

    Programa caro, avião barato: F-35 dos EUA se tornaria o caça ocidental mais competitivo?
    Mídia dos EUA declara vitória do F-35 sobre caça Su-57 russo
    General americano: compra de S-400 por Ancara ameaça expor tecnologias de caças F-35
    Aviso a Pequim? EUA enviam em segredo porta-aviões com caças F-35 ao Pacífico
    'Base para defesa': especialista comenta fornecimento dos S-400 ao exército
    Tags:
    emenda, sistemas de mísseis, entrega, fornecimento, quinta geração, s-400, F-35, Pentágono, Congresso dos EUA, Alexei Leonkov, Moscou, Ancara, Rússia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik