00:54 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Theresa May, primera ministra do Reino Unido

    Theresa May acredita que reunião entre Putin e Trump pode reduzir 'risco de conflitos'

    © AP Photo / Frank Augstein
    Rússia
    URL curta
    205

    A primeira-ministra britânica, Theresa May, saudou a cúpula entre os líderes dos EUA e da Rússia, esperada para semana que vem, como forma de reduzir os riscos de confrontos.

    Ela pediu ao presidente Donald Trump que pressione Vladimir Putin pelo suposto envolvimento russo em ataques cibernéticos, pelo apoio ao Irã e a Síria, quando se encontrarem em Helsinque na próxima segunda-feira, informou o The Guardian, acrescentando que o objetivo de longo prazo do Reino Unido é ter laços construtivos com a Rússia.

    "É por isso que saúdo a próxima reunião do presidente Trump com o presidente Putin: canais abertos de comunicação entre os EUA e a Rússia são fundamentais para gerir os riscos de confrontos", afirmou ela durante um jantar de trabalho da OTAN em Bruxelas.

    O primeiro dia da cúpula de dois dias da OTAN terminou na quarta-feira com uma declaração que responsabilizou a Rússia por ações agressivas e provocações militares, incluindo desrespeito às fronteiras da OTAN. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia respondeu as acusações no Twitter ao chamar a aliança liderada pelos EUA como "inútil".

    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, OTAN, Donald Trump, Vladimir Putin, Helsinque, Bruxelas, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik