14:25 19 Julho 2018
Ouvir Rádio
    O líder interino da República de Chechênia Ramzan Kadyrov

    'Não repitam o erro de Hitler': Kadyrov lança alerta aos inimigos da Rússia

    © Sputnik / Said Tsarnaev
    Rússia
    URL curta
    21366

    O chefe da República da Chechênia, Ramzan Kadyrov, chamou a atenção das nações estrangeiras a não repetirem o erro do líder nazista Adolf Hitler e evitar antagonizar a Rússia sem aprender com a história das tentativas fracassadas de conquistá-la.

    Kadyrov divulgou o alerta em seu Telegram nesta sexta-feira, quando a Rússia celebrou o Dia da Memória e do Luto — o aniversário do ataque da Alemanha nazista à União Soviética em 1941, que deu início à Grande Guerra Patriótica – como os russos chamam a entrada do país na Segunda Guerra Mundial.

    Hitler planejou colocar a Rússia de joelhos dentro de alguns meses e fazer uma parada militar na Praça Vermelha, mas ele estava errado quando pensou que sua principal tarefa era chegar a Moscou, escreveu Kadyrov.

    "É verdade que em tempos de guerra as divisões alemãs se aproximaram diretamente de Moscou, Leningrado e Stalingrado. Mas Hitler não falava russo e ele não conhecia a história russa. Caso contrário, ele teria dado um segundo pensamento para tomar o caminho que tinha sido previamente escolhido pelos franceses, os suecos, os poloneses e outros e acabar com sua vida da mesma forma infame como todos esses agressores", afirmou.

    O líder checheno escreveu que, na operação de Stalingrado, os nazistas perderam mais de 300.000 militares — mortos ou feitos prisioneiros — e as tropas soviéticas derrotaram os exércitos de Hitler e capturaram Berlim.

    "Hitler não sabia nada sobre a nossa história, mas os políticos modernos que gostam de expressar ameaças contra o nosso país deveriam estudar as crônicas das eras passadas, para que não repitam os erros de seus próprios antepassados. Caso contrário, o nome deles estará para sempre na lista daqueles que levantaram suas espadas contra a Rússia e morreram pela espada", acrescentou Kadyrov, usando o provérbio ligeiramente reiterado atribuído ao príncipe russo do século XIII, Alexander Nevsky.

    Mais:

    Kadyrov: Merkel e Trump serão presos se algum dia vierem à Chechênia
    Kadyrov propõe referendo na Rússia para dar novo mandato a Putin
    Putin defende os muçulmanos como prometeu, elogia o líder checheno Kadyrov
    Tags:
    alerta, nazismo, nazistas, Grande Guerra Patriótica, Segunda Guerra Mundial, Alexander Nevsky, Adolf Hitler, Ramzan Kadyrov, Leningrado, Stalingrado, Moscou, Chechênia, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik