00:53 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    John Bolton, ex-embaixador dos EUA na ONU, chega a um encontro com Donald Trump em 2 de dezembro de 2016 em Nova York

    Polêmico assessor vai a Moscou por aguardado encontro entre Trump e Putin

    © AP Photo / Evan Vucci
    Rússia
    URL curta
    301

    O conselheiro de segurança nacional dos EUA, John Bolton, viajará a Moscou na segunda-feira para falar sobre um possível encontro entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Garrett Marquis.

    "Nos dias 25 e 27 de junho, o conselheiro de segurança nacional dos EUA John Bolton se reunirá com aliados dos EUA em Londres e Roma para discutir questões de segurança nacional e viajará para Moscou para discutir um possível encontro entre os presidentes Trump e Putin", disse Marquis via Twitter.

    Na sexta-feira, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que não poderia confirmar se Putin se encontraria com Bolton durante sua visita.

    Na quinta-feira, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, se recusou a comentar sobre vazamentos de informações sobre uma possível reunião neste verão (hemisfério norte) entre Putin e Trump, mas ressaltou que Moscou está sempre pronta para se comunicar com Washington.

    Trump insinuou uma possível reunião com Putin em uma entrevista à rede Fox News na sexta-feira passada e mais tarde sugeriu que a reunião poderia acontecer durante o verão. Trump disse que estava "olhando para a possibilidade" de encontrar o presidente russo em julho.

    Na quinta-feira, o jornal britânico The Times informou que a cúpula russo-americana poderá ocorrer durante a viagem de Trump à Europa, durante a qual ele planeja participar da Cúpula da OTAN em Bruxelas, de 11 a 12 de julho.

    Em 10 de junho, Putin disse que seu encontro com Trump seria realizado assim que os Estados Unidos estivessem prontos. A última vez que os dois líderes se encontraram foi à margem da cúpula da APEC em novembro.

    Mais:

    Reunião entre Trump e Putin à vista
    Mais da metade dos russos quer Putin como presidente após 2024, aponta pesquisa
    'Ignoramos isso': assessores de Trump sabotam encontro com Putin?
    Tags:
    Guerra Fria, relações bilaterais, diplomacia, Cúpula da Cooperação Econômica da Ásia-Pacífico (APEC), OTAN, Sergei Lavrov, Garrett Marquis, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Donald Trump, John Bolton, Estados Unidos, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik