13:39 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, e presidente da Rússia, Vladimir Putin

    Putin apela a Poroshenko para que liberte jornalistas russos detidos na Ucrânia

    © AFP 2018 / POOL / ALEXANDER ZEMLIANICHENKO
    Rússia
    URL curta
    3100

    O presidente russo, Vladimir Putin, teve um a conversa telefônica com seu homólogo ucraniano, Pyotr Poroshenko, sublinhando a necessidade de libertar imediatamente os jornalistas russos detidos na Ucrânia, informou a assessoria de imprensa do Kremlin.

    "A conversa se focou em especial nas questões humanitárias, incluindo a troca de pessoas detidas. Vladimir Putin sublinhou a importância da libertação imediata dos jornalistas russos detidos na Ucrânia", diz o comunicado do Kremlin.

    Em 15 de maio, em Kiev foi detido o chefe do portal RIA Novosti Ucrânia, Kirill Vyshinsky. Dois dias após sua detenção, o tribunal ucraniano de Kherson decretou a manutenção da prisão do jornalista por 60 dias. A defesa do jornalista fez uma apelação, mas o tribunal acabou rejeitando a última.

    A prisão de Vyshinsky provocou muitas críticas por parte de Moscou. Vladimir Putin qualificou a prisão de Vyshinsky de algo sem precedentes e Moscou enviou uma nota de protesto a Kiev, exigindo que cessem a violência contra jornalistas.

    O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, afirmou que as ações das autoridades ucranianas com relação aos jornalistas são inaceitáveis, enquanto a embaixada russa entregou duas notas de protesto ao Ministério das Relações Exteriores ucraniano pedindo a cessação da violência contra jornalistas.

    A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa e o Conselho da Europa também expressaram suas preocupações com a detenção do jornalista russo.

    Mais:

    Chancelaria russa exige que Kiev liberte jornalista Vyshinsky e retire acusações
    Tribunal ucraniano decide manter preso jornalista russo Vyshinsky
    Tags:
    conversa telefônica, prisão, jornalistas, Kirill Vyshinsky, Pyotr Poroshenko, Vladimir Putin, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik