14:57 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O presidente do Irã, Hassan Rouhani, em encontro com o líder russo, Vladimir Putin, no Kremlin de Moscou

    Analista explica como sanções dos EUA ao Irã ajudam os negócios da Rússia

    © Sputnik / Alexey Nikolsky
    Rússia
    URL curta
    2200

    As empresas russas que trabalham no Irã têm uma vantagem sobre os rivais europeus - elas já estão sob sanções dos EUA, então não têm nada a perder, avaliou o analista-chefe da empresa de análise TeleTrade, Petr Pushkarev.

    "As empresas russas continuarão fazendo negócios no Irã como se nada tivesse acontecido — em petróleo, gás e energia nuclear. Eles têm essa vantagem sobre os europeus, que, como a Total ou a Airbus, têm grandes negócios nos EUA e estão listados nas bolsas norte-americanas", disse Pushkarev à RT.

    As empresas da Rússia podem simplesmente ignorar as ameaças de Washington de impor multas ao comércio com Teerã ou de conduzir projetos no Irã, diz o analista. O comércio russo com os iranianos é de apenas US$ 2 bilhões, mas pode crescer significativamente, observou Pushkarev.

    "Isso é bem real porque a Rússia e o Irã são aliados naturais na Síria. A Rosneft tem acordos preliminares com o Irã, no valor de até US$ 30 bilhões, e mesmo que apenas uma pequena parte desses planos seja implementada com a Rússia, e não com parceiros europeus, pode ser um ganho significativo para Moscou", pontuou.

    Outra possível esfera para impulsionar os laços comerciais entre Moscou e Teerã são os contratos para a entrega de aeronaves da aviação civil, afirmou Pushkarev. O Irã planejou a compra de 100 aeronaves da Boeing, 80 da Airbus e outras 20 da ATR franco-italiana.

    "A Rússia terá a chance de entregar seus jatos MC-21, se o Irã concordar em esperar por um par de anos, já que a aeronave está a caminho e termina a fase de testes", concluiu.

    Mais:

    Irã diz que sanções dos EUA só fortalecerão os laços com a Rússia
    Conflito na Síria não terá fim sem apoio da Rússia e do Irã, admite Merkel
    Rússia e Irã vão continuar cooperação econômica, afirma chanceler iraniano
    Tags:
    sanções, exportações, comércio, economia, diplomacia, Rosneft, Total, Airbus, TeleTrade, Petr Pushkarev, Síria, Europa, Irã, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik