20:43 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Jornalista russo Arkady Babchenko, reportado ter sido morto em Kiev em 29 de maio, atende um briefing junto com o procurador-geral ucraniano Yuri Lutsenko e o chefe do Serviço de Segurança da Ucrânia, Vasily Gritsak, 30 de maio de 2018

    Suspeito de organizar assassinato de jornalista russo é preso por 2 meses na Ucrânia

    © REUTERS / VALENTYN OGIRENKO
    Rússia
    URL curta
    116

    Um tribunal de Kiev, capital da Ucrânia, prendeu por dois meses um suspeito de organizar o assassinato do jornalista russo Arkady Babchenko.

    Na última terça-feira, as autoridades ucranianas chegaram a declarar que Babchenko tinha sido encontrado morto a tiros no seu apartamento. No dia seguinte, no entanto, foi revelado que foi o próprio jornalista, em conluio com o Serviço de Segurança da Ucrânia, que forjou a sua morte.

    A justificativa para encenação foi que ele corria risco de vida e a farsa teria sido para evitar o atentado contra Babchenko. 

    Um suspeito de organizar uma tentativa assassinato contra Arkady Babchenko, o ucraniano Boris German, foi detido na última quarta-feira em Kiev. O gabinete da promotoria pediu ao tribunal uma prisão por dois meses.  

    A farsa sobre a morte do jornalista russo foi condenada pela comunidade jornalística internacional. Diversas entidades alertaram para o descredibilidade que o jornalismo pode sofrer em manipulações dos fatos por parte dos Estados. 

    Mais:

    Repórteres Sem Fronteiras condenam 'manipulação' ucraniana sobre 'morte' de jornalista
    'Não pode entrar': jornalista do RT é proibido de entrar na coletiva em França (VÍDEO)
    Chefe do Serviço de Segurança da Ucrânia: jornalista Babchenko está vivo
    Polícia ucraniana: jornalista russo foi morto em Kiev por assassino profissional
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik