22:08 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente russo Vladimir Putin (à esquerda) com o líder supremo do Irã aiatolá Ali Khamenei (à direita)

    Putin: 'Acordo nuclear com o Irã deve ser preservado'

    © AP Photo / Office of the Iranian Supreme Leader via AP
    Rússia
    URL curta
    1131

    O acordo nuclear iraniano deve ser preservado, já que Teerã vem cumprindo todos os seus compromissos, disse o presidente Vladimir Putin, nesta quinta-feira em entrevista coletiva concedida a jornalistas na Rússia.

    "A posição da Rússia é bem conhecida: acreditamos que o acordo do JCPOA [Plano de Ação Global Conjunto, o nome técnico do acordo nuclear iraniano] deve ser preservado… Eu me encontrei com o diretor-geral da AIEA [Agência Internacional de Energia Atômica] [Yukiya Amano], ele confirmou em uma conversa pessoal que o Irã está cumprindo todas as suas obrigações ", disse Putin em uma entrevista coletiva após conversas com o presidente francês Emmanuel Macron.

    "As consequências, na minha opinião, podem ser muito desastrosas, mas acolhemos a atitude não só da França, mas também de toda a Europa, visando preservar este acordo, entendemos que não será fácil de fazer", acrescentou Putin.

    O presidente da Rússia também informou que discutiu em uma reunião com seu colega francês, Emmanuel Macron, a saída dos EUA do acordo sobre o programa nuclear iraniano.

    "Trocamos opiniões sobre a situação criada pela saída unilateral dos Estados Unidos do plano no programa nuclear iraniano", confirmou Putin.

    Em 8 de maio, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou a retirada de seu país do acordo assinado em 2015 pelo Irã e Rússia, Estados Unidos, Reino Unido, China, França, Alemanha e a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini. O pacto estabelece limitações ao programa nuclear iraniano para excluir sua possível dimensão militar, em troca do fim das sanções internacionais.

    Tags:
    Plano de Ação Conjunto Global, Donald Trump, Federica Mogherini, Emmanuel Macron, Vladimir Putin, Estados Unidos, Irã, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik