23:01 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Apoiadores de Nicolás Maduro celebrando vitória nas eleições presidenciais

    Moscou se opõe às sanções contra Venezuela, declara chancelaria russa

    © AP Photo/ Ricardo Mazalan
    Rússia
    URL curta
    5130

    Durante coletiva de imprensa, a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, declarou que a Rússia é contra as sanções endereçadas a Caracas.

    "São absolutamente hipócritas as decisões de Washington sobre a introdução de sanções unilaterais em relação à Venezuela e a seu sistema financeiro", declarou Zakharova.

    Ela acrescentou que "a Rússia é categoricamente contra as medidas restritivas, ilegais e arbitrárias, embargo e sanções adotadas contra governos soberanos em desafio à Carta da ONU".

    Maria Zakharova notou que a decisão de uma série de países de não reconhecer os resultados das eleições presidenciais na Venezuela, que venceu Nicolás Maduro, é "contraproducente e leva a um beco sem saída".

    Por exemplo, a União Europeia e seus Estados-membros confirmam a intenção de analisar a questão para aplicação de "medidas adequadas" em relação ao país latino-americano, já que, para eles, as eleições não correspondem ao "mínimo dos padrões internacionais".

    Em 20 de maio, na Venezuela foram realizadas as eleições presidenciais. Conforme os dados do Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela, o atual chefe de Estado, Nicolás Maduro, venceu com o apoio de 6,19 milhões de votos.

    Mais:

    Quando outros não estão nem aí para sua legitimidade
    Grupo de Lima vai considerar novas medidas visando a Venezuela
    Maduro agradece a Putin por reconhecimento do resultado eleitoral
    Tags:
    eleições presidenciais, sanções, União Europeia, Maria Zakharova, Nicolás Maduro, Venezuela, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik