06:09 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Rublo

    Sanções? Moscou está entre as 5 cidades mais atraentes da Europa para investidores

    © Sputnik /
    Rússia
    URL curta
    581

    Capital da Rússia, Moscou ultrapassou Helsinque, Varsóvia, Berlim e Estocolmo e ficou no top 5 das cidades mais atraentes da Europa em investimentos estrangeiros.

    O ranking de 2018/2019 foi compilado pela Foreign Direct Investment Intelligence (uma divisão do jornal Financial Times). Foram avaliadas 301 cidades europeias e 150 regiões.

    Londres manteve sua posição de liderança na classificação, mas especialistas disseram que isso pode mudar em breve por causa do Brexit. Dublin ficou em segundo lugar e foi seguida por Paris, Amsterdã, Munique e Moscou.

    "A capital da Rússia melhorou seu desempenho na prestigiosa classificação de cidades atraentes para investimentos na Europa. Este ano, Moscou está entre as cinco cidades mais interessantes do continente para fazer investimentos, e conquistou o primeiro lugar na classificação das cidades da Europa Oriental", disse o chefe do Departamento de Política Econômica e Desenvolvimento de Moscou, Vladimir Yefimov.

    Yefimov explicou que a capital russa atraiu investidores estrangeiros devido aos benefícios e preferências que oferece.

    "Moscou se juntou com sucesso à lista das principais megacidades da Europa em termos de simplicidade e conveniência para fazer negócios como resultado de seu abrangente programa de apoio ao investimento", avaliou.

    A capital atrai anualmente cerca de 50% de todo o investimento estrangeiro para a Rússia, disse a autoridade. Entre as cidades da Europa Oriental, Moscou ficou em primeiro lugar como a mais atraente para fazer negócios. Foi seguida por Varsóvia e Bucareste.

    As 10 principais cidades favoráveis a negócios também incluíram Frankfurt, Zurique, Cambridge e Helsinque.

    O serviço do Financial Times publica o ranking Cidades e Regiões Europeias do Futuro duas vezes por ano. Ele examina cinco áreas principais — potencial econômico, mundo do trabalho, despesas de negócios, infraestrutura e ambiente para fazer negócios. Cada categoria é pontuada entre 0 e 10 pontos. A pontuação total determina o lugar final de uma cidade no ranking.

    Moscou ficou em sétimo e décimo nos índices 2016/2017 e 2014/2015, respectivamente.

    Mais:

    Moscou: vitória de Trump não terá grande impacto sobre economia russa
    'Com governo de direita, economia brasileira ficou mais aberta à cooperação com Rússia'
    FMI constata recuperação da economia de Brasil e Rússia
    Tags:
    sanções econômicas, investimento estrangeiro, comércio, economia, Financial Times, Vladimir Yefimov, Europa, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik