09:24 22 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente russo, Vladimir Putin, durante seu discurso em homenagem ao 73º aniversário do Dia da Vitória

    Putin: 'Não permitiremos esquecer os que salvaram o mundo da escravidão e do extermínio'

    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Rússia
    URL curta
    10303

    Em 9 de maio, o presidente russo Vladimir Putin interveio com um discurso antes da parada militar na Praça Vermelha de Moscou, por ocasião da comemoração do 73º aniversário da vitória da Segunda Guerra Mundial (conhecida na Rússia como Grande Guerra pela Pátria) sobre a Alemanha nazista.

    O presidente russo discursou durante a comemoração do aniversário da vitória da Segunda Guerra Mundial.

    "Nosso dever é preservar a memória da coragem dos soldados que lutaram contra o nazismo", disse o líder russo.

    "Hoje tentaram apagar o feito do povo que salvou a Europa e o mundo da escravidão, do extermínio, dos horrores do Holocausto, e tentaram distorcer os acontecimentos da guerra, confinar ao esquecimento a autenticidade dos heróis, forjar, reescrever e distorcer a história. Nunca permitiremos que isso aconteça", declarou Putin.

    "Estão tentando apagar o feito do povo soviético, que salvou o mundo da escravidão e extermínio, e distorcer a história. Nós não permitiremos."

    O presidente russo afirmou que, por trás das novas ameaças no mundo contemporâneo, os antigos padrões de guerras anteriores podem ser observados.

    Segundo ele, "as tragédias das duas guerras mundiais […] não nos permite ignorar". "Por trás das novas ameaças podem ser vistos horríveis padrões antigos, o egoísmo e a intolerância, o nacionalismo agressivo, as pretensões à exclusividade; entendemos a gravidade destas ameaças", afirmou o presidente.

    "Uma guerra é um desafio para a vida de alguém […] A paz é muito frágil", enfatizou Putin.

    "A Rússia está aberta ao diálogo sobre todas as questões de segurança global, está disposta a uma associação construtiva e igualitária em nome da harmonia, paz e progresso do planeta", ressaltou.

    Tradicionalmente, a Praça Vermelha recebe grande desfile envolvendo mais de 55.000 pessoas e 1.200 unidades de equipamentos militares. Este ato é adicionado a outras festividades que acontecem em dezenas de cidades russas durante este dia.

    Mais:

    Mísseis hipersônicos russos Kinzhal serão apresentados na Parada da Vitória
    Ministério da Defesa russo revela que novo material bélico aparecerá na Parada da Vitória
    Parada da Vitória 2017: frio, material bélico 'ártico' e ausência de aviões
    Netanyahu se encontrará com Putin no dia 9 de maio
    Tags:
    desfile militar, vitória, Segunda Guerra Mundial, 9 de maio, Parada da Vitória, Vladimir Putin, Praça Vermelha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik