23:14 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Presidente russo Vladimir Putin durante cerimônia solene de posse no Kremlin, 7 de maio de 2018, Moscou

    Putin determina que Rússia se torne uma das cinco maiores economias do mundo até 2024

    © Sputnik / Aleksandr Astafyev
    Rússia
    URL curta
    14253

    Aconteceu nesta segunda-feira (7) a cerimônia de posse de Vladimir Putin na presidência russa, durante a qual ele assinou um decreto de instruções de objetivos para o desenvolvimento do país para os próximos anos.

    O presidente russo, Vladimir Putin, instruiu o governo a tornar o país uma das cinco economias mais potentes até 2024. A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa do Kremlin nesta segunda-feira (7).

    Vladimir Putin durante cerimônia solene de posse no Kremlin, Moscou, 7 de maio de 2018
    © Sputnik / Serviço de imprensa do presidente da Rússia
    "O governo russo foi instruído a garantir os seguintes objetivos nacionais para o desenvolvimento da Rússia no período até 2024 […] A Rússia deve se tornar uma das cinco maiores economias, garantindo taxas de crescimento econômico acima das globais, mantendo a estabilidade macroeconômica, bem como uma inflação não superior a 4%", diz o decreto.

    Além disso, Putin instruiu o governo a criar até 2024 pelo menos 15 centros científicos e educacionais de nível global através da integração de universidades e empresas.

    Reeleito para um novo mandato de seis anos na presidência russa, Vladimir Putin tomou posse do cargo de chefe de Estado nesta segunda-feira. Foi a quarta cerimônia de posse presidencial em sua carreira política.

    Putin foi reeleito como presidente da Rússia em 2018 com um apoio recorde, recebendo o voto de mais de 56,4 milhões de eleitores. 

    Mais:

    Putin propõe candidatura de Medvedev ao cargo de primeiro-ministro
    Mais renda aos russos: Putin define prioridades antes da posse nesta segunda-feira
    Cerimônia de posse de Vladimir Putin (VÍDEO)
    Revelados detalhes sobre próxima reunião entre Putin e Netanyahu
    Navalny e mais 1.600 manifestantes são presos em Moscou durante protesto contra Putin
    Tags:
    cerimônia, presidência, posse, economia, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik