14:08 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Embaixada da Rússia nos EUA em Washington (foto de arquivo)

    Moscou: iniciativas de Trump são anuladas pela 'russofobia' do establishment americano

    CC BY-SA 2.5 / Asiir
    Rússia
    URL curta
    222

    Rússia compartilha as intenções do presidente norte-americano, Donald Trump, de levar adiante o diálogo russo-americano, contudo, Moscou julgará em que os interesses dos EUA são baseados, afirmou nesta quinta-feira (3) o chanceler russo Sergei Lavrov.

    "Enquanto Washington continua se afundando na 'russofobia', a interação em relação às questões importantes da agenda global sofre impasse. Isso afeta de forma negativa a situação internacional em que se acumularam vários problemas impossíveis de serem solucionados sem a colaboração entre Rússia e EUA", indicou Lavrov em entrevista ao jornal italiano Panorama.

    "Repetidamente afirmamos que avaliamos positivamente as palavras do presidente Donald Trump sobre o desejo de estabelecer um diálogo normal entre nossos países. Ademais, compartilhamos plenamente dessa tendência e estamos dispostos a fazer nossa parte para retirar as relações bilaterais do impasse artificial, em que a administração de Barack Obama as levou", detalhou Lavrov.

    O chanceler disse estar esperançoso que "com o passar do tempo, o bom senso prevalecerá nos corredores do poder de Washington".

    "Queríamos estabelecer relações normais, previsíveis, e até mesmo boas com os EUA. Mas não à custa de princípios de negociação e interesses nacionais da Rússia", assinalou.

    Contudo, de acordo com o chanceler, por enquanto as relações bilaterais entre os dois países continuam deteriorando já que o establishment dos EUA impede todas as iniciativas positivas do presidente norte-americano em relação à Rússia.

    "Caso o presidente dos EUA sinalize esforços positivos, eles são plenamente anulados com a 'russofobia' exageradíssima no establishment norte-americano, onde nosso país é exposto como uma ameaça, favorecido pela 'contenção sistemática da Rússia através das sanções e outras ferramentas de pressão'", ressaltou Lavrov, concluindo que essa tendência não tem nada a ver com a realidade, sendo resultado da bagunça na política interna de Washington.

    Mais:

    'Destino pior do que a morte': EUA estão preocupados com Tomahawk capturados pela Rússia
    China e Rússia são 'concorrentes estratégicos', diz secretário do Exército dos EUA
    Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA reconhece ser vulnerável perante Rússia
    Tags:
    russofobia, relações bilaterais, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik