16:33 21 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    O presidente russo, Vladimir Putin, em encontro com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, em Ancara, em dezembro de 2014

    Turquia se recusa a expulsar diplomatas russos e destaca 'boa relação' com Moscou

    © AFP 2018 / ADEM ALTAN
    Rússia
    URL curta
    Envenenamento de ex-espião russo (100)
    10522

    O vice-primeiro-ministro turco, Bekir Bozdag, declarou nesta segunda-feira (26) que Ancara não pretende adotar nenhuma ação em relação à Rússia e o caso do envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal.

    "A crise com o ex-agente diz respeito à relação entre Rússia e Grã-Bretanha. Eles devem resolver essa questão entre si. A Turquia não pretende tomar nenhuma medida em relação à Rússia sobre esta questão. Nós temos uma boa relação com a Rússia", disse Bozdag.  

    De acordo com as últimas notícias, 16 países da União Europeia, Canadá, EUA e Ucrânia adotaram a decisão de expulsar diplomatas russos em conexão com o escândalo envolvendo o ex-espião russo Sergei Skripal. 

    Em 4 de março, o ex-oficial de inteligência russo Skripal, que também trabalhava para a inteligência britânica, foi encontrado inconsciente junto com sua filha em um banco de um shopping center na cidade de Salisbury.

    A primeira-ministra britânica, Theresa May, declarou que tem "alta probabilidade" de a Rússia ter sido responsável pelo ataque, alegando que a substância usada para envenenar Skripal teria sido desenvolvida na União Soviética. Moscou repetidamente rejeitou todas as acusações. 

    Tema:
    Envenenamento de ex-espião russo (100)

    Mais:

    Portugal não expulsará diplomatas russos em conexão com o caso Skripal
    Rússia diz que acusação de países ocidentais sobre Skripal é 'uma falácia'
    General sobre 'encontro secreto' do ex-agente Skripal: é mistificação do Reino Unido
    Mídia: 20 países planejam expulsar diplomatas russos devido a caso Skripal
    Tags:
    espião, diplomatas, envenenamento, Sergei Skripal, Reino Unido, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik