22:00 21 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia

    Rússia promete 'surpresa histórica' para Grã-Bretanha

    © Sputnik / Maksim Blinov
    Rússia
    URL curta
    5713112

    A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Mariya Zakharova, prometeu preparar uma 'surpresa histórica' para a Grã-Bretanha.

    "Temos uma surpresa para todos aqueles que têm tanto convicção como ousadia de fazer uma comparação entre a Rússia e o Terceiro Reich. Temos uma resposta à altura e um presente", informou Zakharova.

    Ela acrescentou que a Rússia apresentará essa "surpresa" durante uma coletiva na quinta-feira (29), se "todos os materiais estiverem prontos a tempo". No entanto, ela não especificou os mencionados documentos.

    Ao mesmo tempo, a representante declarou que a Grã-Bretanha não apresentou nenhuma prova contra Moscou relativa ao envenenamento do ex-agente russo Sergei Skripal.

    "É uma provocação tremenda. Eu diria mais: é um risco tremendo", disse.

    Essa reação foi desencadeada depois da declaração do secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, de que o presidente russo Vladimir Putin usa a Copa do Mundo de 2018 da mesma forma como Adolf Hitler usou as Olimpíadas de 1936.

    Previamente, 20 países europeus anunciaram a intenção de expulsar diplomatas russos em solidariedade a Londres. Washington anunciou intenções semelhantes.

    Em 4 de março, o ex-oficial de inteligência russo Skripal, que também trabalhava para a inteligência britânica, foi encontrado inconsciente junto com sua filha em um banco de um shopping center na cidade de Salisbury.

    Especialistas britânicos acreditam que eles tenham sido atacados com o agente nervoso Novichok (substância A-234). Os britânicos alegam que esta substância tóxica teria sido desenvolvida na União Soviética e colocam a culpa do ocorrido na Rússia. Moscou rejeita as acusações.

    Mais:

    Líderes da UE consideram que Rússia 'provavelmente' tem culpa no ataque a Skripal
    MRE russo permite possibilidade de Reino Unido dirigir 'caso Skripal'
    OPAQ levará pelo menos três semanas para analisar substância que envenenou Skripal
    Gás nervoso no caso Skripal 'poderia ter sido produzido pelos próprios britânicos'
    Tags:
    provas, envenenamento, surpresa, A-234, Copa do Mundo de 2018, Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Vladimir Putin, Sergei Skripal, Adolf Hitler, Boris Johnson, Reino Unido, Londres, Moscou, Grã-Bretanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik