14:23 26 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Ponte da Crimeia (foto de arquivo)

    Radicais ucranianos pretendem bloquear ponte da Crimeia

    © Sputnik / Aleksei Pavlishak
    Rússia
    URL curta
    17326

    O Majlis (Congresso do Povo Tártaro da Crimeia, organização proibida na Rússia) está pronto para fazer tudo para impedir o uso da ponte da Crimeia, afirmou um dos líderes da organização e iniciador do bloqueio da península, Lenur Islyamov.

    Ponte da Crimeia em construção
    © Sputnik / Ministério dos Transportes da Rússia
    Em particular, ele sugeriu registrar todos os veículos que atravessem a ponte e impor sanções contra as pessoas que a usam para vir à Crimeia.

    "Registrar todas as pessoas […] e introduzir sanções, aonde quer que elas forem", afirmou Islyamov em entrevista a edição Obozrevatel.

    Quando perguntado se a organização pretende impedir a circulação fisicamente, o líder do Majilis assinalou não descartar essa opção caso as sanções "não deem resultado".

    "No início, não vamos impedir, vamos aguardar e ver que efeito as sanções vão ter. Caso seja necessário, vamos nos preparar para os passos seguintes", prometeu Islyamov.

    Ele não especificou que "passos" o movimento pretende dar, mas assegurou que para bloquear a ponte serão aplicados "métodos pacíficos de luta".

    Na Rússia, o líder de Lenur Islyamov é perseguindo após ter sido em 2015 um dos organizadores do bloqueio energético da Crimeia. Além disso, no mesmo ano o ativista anunciou a formação de batalhões de voluntários, cujo objetivo era o retorno da Crimeia à soberania da Ucrânia.

    Mais:

    Analista adverte sobre consequências da presença crescente da OTAN perto da Crimeia
    Governo da Crimeia acusa UE de ignorância
    Kiev quer obrigar cidadãos da Crimeia e de Donbass a pedirem desculpas à Ucrânia
    Tags:
    impedir, uso, ponte, Crimeia, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik