12:16 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov

    EUA querem desvalorizar o potencial nuclear da Rússia, diz Lavrov

    © Sputnik / Maksim Blinov
    Rússia
    URL curta
    8242

    Os Estados Unidos pretendem desvalorizar o potencial nuclear estratégico da Rússia ao implantar seu sistema global de defesa antimíssil, afirmou nesta sexta-feira (16) o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

    Lavrov lembrou que, após a retirada dos Estados Unidos do Tratado contra contra Mísseis Antibalísticos, em 2002, Moscou tentou repetidamente persuadir Washington para que revisasse a decisão e criasse um mecanismo conjunto para a consideração de questões relacionadas à defesa de mísseis balísticos

    O chanceler russo, Sergei Lavrov, em encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, em 10 de maio de 2017, na Casa Branca
    © Foto : Ministério das Relações Exteriores da Rússia
    "Tudo o que foi feito pelos nossos colegas dos EUA nos fez acreditar que o sistema global de defesa de mísseis foi criado não para enfrentar ameaças que emanam do Irã e da Coreia do Norte, mas para cercar a Rússia de todos os lados com esses sistemas de defesa antimísseis, o que, de acordo com as nossas estimativas militares, visavam realmente desvalorizar nosso potencial nuclear estratégico ", afirmou Lavrov.

    Os Estados Unidos estão instalando seus sistemas de defesa antimíssil nos territórios de seus aliados, incluindo Japão e Coreia do Sul, sob o pretexto de enfrentar a ameaça da Coreia do Norte. Tais ocasiões provocaram críticas severas de Moscou e Pequim, que vêem a implantação dos sistemas como uma tentativa dos EUA de alterar o equilíbrio estratégico na região e no mundo.

    Mais:

    Rússia e EUA vão realizar teste conjunto de voo para Lua em 2019
    Almirante norte-americano acusa Rússia de imitar ataques nucleares contra EUA
    Para que servirá estação lunar a construir em parceria entre EUA e Rússia?
    EUA introduzem novas sanções contra Rússia
    Tags:
    relações internacionais, acordos nucleares, Sergei Lavrov, China, Japão, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik