13:17 24 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Presidente russo Vladimir Putin aperta a mão da primeira-dama dos EUA, Melania Trump, durante a cúpula do G20 em Hamburgo, em 2017

    Putin põe fim a um mistério: teria o líder russo tentado recrutar a mulher de Trump?

    © Sputnik / Mikhail Klimentyev
    Rússia
    URL curta
    5122

    Ursos, tigres e benefícios de maternidade - esse foi o assunto da breve conversa do presidente russo Vladimir Putin com a primeira dama dos EUA, Melania Trump, na cúpula do G20 em Hamburgo, disse ele em um novo documentário. E não, ele definitivamente não tentou recrutá-la.

    Os dois se encontraram brevemente em um jantar na cúpula do G20, no ano passado, e as fotos da esposa do presidente dos EUA, Donald Trump, rindo das piadas de Putin provocaram muita especulação na mídia norte-americana.

    Em uma entrevista publicada como parte de um novo documentário, Putin disse que entretinha Melania Trump e Emanuela Mauro, esposa do primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, que estava sentado em seu lado oposto, com uma descrição dos benefícios da maternidade na Rússia durante o jantar.

    "Elas estavam muito interessadas nisso. Elas ficaram surpresas com a grandeza de nossos benefícios de maternidade", afirmou Putin.

    "Você tentou recrutá-las?", perguntou o entrevistador, Vladimir Soloviev, aparentemente inspirado por uma parte anterior da entrevista, na qual Putin descreveu sua experiência como recrutador da KGB (atual FSB) na Alemanha.

    "Não, não tenho feito isso há muito tempo", disse o presidente, que costumava ser um agente de inteligência na época soviética, respondendo com uma risada. "Embora eu adorasse fazer isso. Esse foi o meu trabalho por muitos anos".

    Putin acrescentou que ele também contou às duas mulheres sobre a bela natureza da Rússia, dos ursos de Kamchatka aos tigres siberianos, bem como as alegrias da pesca.

    "Como é esperado nesses casos, eu me gabava um pouco [sobre ser um ótimo pescador]. Como alguém pode falar sobre a pesca e não se vangloriar um pouco?", concluiu.

    Mais:

    Putin diz que máquinas nunca substituirão potencial criativo de um ser humano
    A 100 dias da Copa, Putin mostra suas habilidades no futebol (VÍDEO)
    Putin denuncia pressão 'sem precedentes' sobre países que querem cooperar com a Rússia
    Tags:
    diplomacia, espionagem, recrutamento, Serviço Federal de Segurança (FSB), KGB, G20, Paolo Gentiloni, Emanuela Mauro, Vladimir Soloviev, Melania Trump, Vladimir Putin, Hamburgo, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik