07:11 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Homem com crianças em Ghouta Oriental

    Lavrov: cessar-fogo na Síria não deve se relacionar com terroristas

    © AP Photo / Salve as crianças
    Rússia
    URL curta
    281

    O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, disse que o regime de cessar-fogo não deve estar relacionado com o Daesh, Frente al-Nusra (organizações terroristas proibidas na Rússia) e os grupos afiliados com eles, mas o Ocidente discorda disso.

    Lavrov também expressou a preocupação de que os países ocidentais querem desviar o foco da necessidade de lançar as negociações em Genebra para o início do plano "B" na Síria para derrubar o regime de Bashar Assad.

    Além disso, o chanceler russo se preocupa com a resolução pela Síria proposta pelo Conselho de Segurança da ONU, dizendo que ela teria como objetivo acusar Damasco de tudo e proteger militantes.

    "A resolução que nos propõem aceitar…, estamos dispostos a considerar essa proposta", comentou Lavrov, frisando que com isso o regime de cessar-fogo "em nenhum caso deve" se espalhar para o Daesh, Frente al-Nusra e aos grupos que cooperam com estas organizações terroristas e sistematicamente bombardeiam os bairros civis de Damasco.

    Assim, o ministro comentou o projeto da resolução, e sobre a introdução do cessar-fogo de 30 dias na Síria para o fornecimento de ajuda humanitária e evacuação médica, proposta pelas delegações da Suécia e Kuwait ao Conselho de Segurança. A votação do projeto está marcada para quinta-feira (22).

    Além do mais, o ministro sublinhou que as forças militares da Rússia que trabalham na Síria, em particular no Centro para a Reconciliação, propuseram aos militantes pacificamente deixar o território de Ghouta Oriental, similar à evacuação dos militantes com suas famílias de Aleppo Oriental.

    Ghouta Oriental é uma das quatro zonas de desescalada criada durante as negociações em Astana sobre a reconciliação na Síria. Os três países – Rússia, Irã e Turquia são garantias dos acordos sobre desescalada, que são aplicados a todas as partes com exceção daquelas ligadas ao Al-Qaeda (organização terrorista proibida na Rússia).

    Mais:

    Observadores russos dão por fracassadas negociações sobre Ghouta Oriental
    Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria (VÍDEO)
    Moscou apela para que todos os jogadores externos na Síria iniciem diálogo com Damasco
    Tags:
    votação, terroristas, resolução, cessar-fogo, Daesh, ONU, Sergei Lavrov, Ghouta Oriental, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar