04:36 28 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    472
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia convocou o encarregado de negócios da Ucrânia, Ruslan Nimchinsky, para expressar descontentamento com o ataque à agência de cooperação externa russa Rossotrudnichestvo em Kiev, informou o Ministério das Relações Exteriores nesta segunda-feira.

    "O protesto mais forte sobre o contínuo comportamento ultrajante dos nacionalista russofóbicos que organizaram ataques ao Centro Russo de Ciência e Cultura e ao edifício do Rossotrudnichestvo, bem como escritórios de bancos russos em Kiev… por sugestão das autoridades de Kiev, foi transmitido para [Nimchinsky", disse o Ministério das Relações Exteriores.

    O Ministério pediu a Kiev que encerrasse as ações de nacionalistas radicais no país, criando condições para a operação segura das instituições russas na Ucrânia.

    "O lado russo exigiu [de Kiev] que todos os responsáveis ​​pelos ataques sejam encontrados e responsabilizados", informou o Ministério.

    Ainda segundo a Pasta, a embaixada russa em Kiev enviou uma carta de protesto ao Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia e emitiu uma declaração para os meios de comunicação.

    Radicais causaram danos materiais significativos a instalações russas neste fim de semana, jogando pedras, ovos, quebrando as janelas e ameaçando a equipe e os convidados com violência física.

    Comentando os ataques ao centro russo, a chefe da Rossotrudnichestvo Eleonora Mitrofanova disse que Moscou tomaria todas as medidas necessárias por via diplomática.

    Tags:
    manifestação, neonazismo, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Rossotrudnichestvo, Centro Russo de Ciência e Cultura, Eleonora Mitrofanova, Ucrânia, Rússia, Kiev, Moscou
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar