17:28 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Artefato de ouro dos Citas do século IV a.C.

    Rússia não deixará de tentar devolver ouro dos Citas à Crimeia, diz conselheiro de Putin

    © Sputnik / V. Babailov
    Rússia
    URL curta
    2202

    A Rússia não deixará de tentar devolver aos museus da Crimeia as coleções de ouro dos Citas, contudo esse processo pode levar muito tempo, declarou a jornalistas o conselheiro cultural do presidente da Rússia, Vladimir Tolstoi.

    A coleção de ouro dos Citas, cerca de dois mil artefatos, foi levada para exposição dos museus da Crimeia ao museu de Allard Pierson, em Amsterdã, no início de fevereiro de 2014, antes de a Crimeia voltar a fazer parte da Rússia.

    Depois disso, as partes russa e ucraniana, que se consideram donas da coleção, não conseguiram decidir quem deveria receber os artefatos. Em dezembro de 2016, o Tribunal Distrital de Amsterdã decretou que a coleção seja devolvida a Kiev, mas as autoridades da Crimeia apelaram ao tribunal.

    "A situação está congelada, digamos assim. A Rússia não deixará de tentar devolver aos museus da Crimeia os artefatos que agora estão na Holanda", disse Tolstoi a jornalistas em Simferopol. Com isso, ele reconheceu que ser necessário muito tempo para a coleção voltar para casa.

    Mais:

    Exército da Síria descobre mosaicos bizantinos antigos em Hama (FOTOS)
    Arqueólogos encontram 'modelo' do Universo nas profundezas de lago mexicano (FOTO)
    Escavações em Israel provocam discussões bíblicas sobre 'governador' de Jerusalém
    Tags:
    exposição, museu, artefato, ouro, Crimeia, Holanda, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik