10:35 20 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Sistema de defesa antiárea russo S-400 Triumf, região de Moscou, Rússia

    O que os inimigos da Rússia tentariam destruir em uma guerra? Ministério responde

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Rússia
    URL curta
    533

    O Ministério das Emergências da Rússia identificou ataques de sabotagem e de armas de precisão como as táticas de guerra mais prováveis a serem usadas contra o país, em uma nova pesquisa sobre ameaças a civis.

    A pasta argumentou contra as evacuações em massa como a principal resposta aos ataques militares no território da Rússia, dizendo que a medida deve ser reservada para áreas contaminadas por radiação ou afetadas por inundações severas ou incêndios florestais.

    "As previsões são feitas com relação à prováveis cenários de guerra que dependem de armas convencionais e sabotagem", apontou a pesquisa intitulada "Escala estimada e caráter de do dia seguinte de um ataque inimigo".

    A autoridade de proteção civil previu que os centros de comando e informação e a infraestrutura civil crítica seriam alvos prioritários no caso de um ataque militar. Ela alertou que as consequências de um ataque de precisão apresentaram uma maior ameaça para a população do que o próprio ataque.

    Mais:

    Japão assegura: criação norte-americana de pequenas ogivas nucleares é culpa da Rússia
    Novo relatório europeu: chances de guerra entre Rússia e Europa estão aumentando
    EUA prometem compartilhar informações de inteligência com Rússia e Irã
    Tags:
    segurança, defesa, guerra, Ministério das Emergências da Rússia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar