08:06 15 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Bombardeiro estratégico russo Tu-160.

    Rússia: cumprimos todas as obrigações quanto à redução de armas estratégicas

    © Sputnik / Alexey Fedoseev
    Rússia
    URL curta
    230

    "Nos próximos dias", Moscou enviará para Washington uma nota oficial de confirmação do cumprimento das obrigações impostas pelo Tratado de Redução de Armas Estratégicas, comunica a chancelaria.

    Rússia cumpriu todas as obrigações impostas a Moscou pelo Tratado sobre Redução de Armas Estratégicas e "nos próximos dias" transmitirá para Washington uma nota com confirmação oficial, informou na segunda-feira (5) o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

    Ao mesmo tempo, na segunda-feira (5), a porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, informou, através de comunicado oficial, que seu país também cumpriu suas obrigações impostas pelo mesmo acordo.

    Ademais, ela adicionou que os Estados Unidos estão à espera da Rússia para troca mútua de dados.

    As declarações de ambas as partes foram feitas em 5 de fevereiro, sendo essa "a data de controle" do cumprimento das obrigações por Washington e Moscou no âmbito do Tratado sobre Redução de Armas Estratégicas (o START III), assinado pelos dois países em 2010.

    Anteriormente, o presidente dos EUA, Donald Trump, qualificou como "unilateral" o Tratado sobre Redução de Armas Estratégicas assinado com a Rússia e disse que vai expandir o arsenal nuclear dos EUA. A Rússia, por sua vez, se opõe fortemente que os EUA unilateralmente abandonem o mais recente START III.

    Mais:

    Trump estaria desenvolvendo míssil em violação do Tratado INF
    Acusar Rússia de violação do tratado INF é contraproducente, diz embaixador
    Fonte: Rússia limitará acesso aos aviões dos EUA no quadro do Tratado de Céus Abertos
    EUA negam tomar medidas que violem o Tratado INF
    Mídia: EUA aceleram corrida armamentista acusando Rússia de violação do Tratado INF
    Tags:
    comprimento, obrigações, armas, redução, nota, START III, Tratado sobre Redução de Armas Estratégicas, Departamento de Estado dos EUA, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik