01:30 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Patriarca russo Kirill durante missa solene dedicada ao 100º aniversário do restabelecimento do patriarcado na Rússia

    Patriarca russo faz alerta sobre a febre do bitcoin e o seu impacto no mundo

    © Sputnik / Sergey Pyatakov
    Rússia
    URL curta
    491

    A febre do bitcoin está fazendo as pessoas perderem a cabeça e, consequentemente, perderem tudo o que têm, na opinião do chefe da Igreja Ortodoxa Russa, o Patriarca Kirill.

    "As pessoas estão perdendo a cabeça. Todos dizem: o que eu estou esperando? Eu tenho que agir, eu tenho que comprar esses bitcoins. E então eles estão comprando, se engajando em casa, vendendo suas residências", afirmou.

    O resultado, de acordo com o clérigo, acaba sendo desastroso.

    "Então, o bitcoin colapsa dentro de duas semanas e as pessoas entendem que não ganharam nada, mas perderam, perderam tudo o que tinham", explicou o patriarca, falando perante o Conselho da Federação da Rússia.

    A tarefa da Igreja é educar uma pessoa de tal forma que ela não é escravizada por paixões e esforça-se na busca por um trabalho justo, que deve ser adequadamente recompensado, prosseguiu o chefe da Igreja Russa.

    "Nessa situação, o Estado é chamado a proteger uma pessoa contra riscos excessivos e mesmo decepções diretas", acrescentou.

    O bitcoin está valendo quase 50% menos do que o máximo alcançado pela moeda virtual — US$ 20.000 —, que foi registrado em dezembro do ano passado.

    Na semana passada, o analista Georgy Verbitsky disse à RT que o colapso do bitcoin foi causado por uma venda desencadeada por investidores profissionais, que colheram lucros sobre gente comum que decidiu fazer um investimento de última hora, com a esperança de ganhar dinheiro rápido.

    Mais:

    Bitcoin pode perder 90% de seu valor em breve, alerta analista de Wall Street
    Muito além do Bitcoin: conheça 10 criptomoedas que competem no mercado
    Prêmio Nobel: resultado mais provável para bitcoin é colapso e olvido
    Tags:
    economia, bitcoin, moedas virtuais, criptomoedas, Igreja Ortodoxa, Patriarca Kirill, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar