03:01 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Consequencias do furacão Irma

    Revolta da natureza: meteorologista prevê um 2018 com mais perigos climáticos

    © REUTERS / Ministério da Defesa dos Países Baixos
    Rússia
    URL curta
    343
    Nos siga no

    "A intensidade de eventos meteorológicos perigosos aumentará" em 2018, de acordo com prognósticos de Alexei Kokorin, chefe do programa de Clima e Energia do Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na sigla em inglês).

    Em entrevista à Sputnik, o especialista explicou que trata-se de um "processo lógico", para o qual "devemos estar preparados".

    "Aumenta a intensidade do fenômeno anômalo: é um fato e continuará assim", sublinhou o meteorologista russo.

    Quanto ao possível aumento quantitativo de tais fenômenos, ele afirmou que isso "dependerá do método de cálculo".

    Kokorin explicou ainda que a intensificação desses fenômenos não terminará em catástrofe, mas poderia causar mais danos materiais, para o qual ele alertou que devemos estar preparados para tais consequências.

    O meteorologista também falou sobre o clima, e as perspectivas são de mais instabilidade no próximo ano.

    "O tempo novamente será instável: talvez haja um calor anômalo por duas ou três semanas, ou um frio igualmente incomum durante o mesmo período de tempo", previu.

    Mais:

    Como 'vela nuclear' dos EUA pode mergulhar Ucrânia em catástrofe radioativa?
    Catástrofe para o mundo se supervulcão de Yellowstone entrasse em erupção hoje
    Aviso para todo o mundo: quaisquer tentativas de esfriar a Terra resultarão em catástrofe
    Tags:
    catástrofe climática, meio ambiente, natureza, tempo, clima, Meteorologia, WWF, Alexei Kokorin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar